Ásia

Xangai cai à mínima de cinco meses na volta do feriado, com turismo fraco e corte de projeção do PIB

Atualizado 26/06/2023 às 07:11:56

As bolsas chinesas registraram baixas expressivas na volta do feriado prolongado, refletindo os temores de recessão global que derrubaram os mercados globais na semana passada e fatores domésticos.

Pressionada por ações de tecnologia, Xangai caiu ao menor nível em cinco meses, com relatos de que as viagens do feriado ficaram abaixo dos níveis pré-pandemia apontando fraqueza no consumo e um novo rebaixamento da projeção do PIB da China neste ano, desta vez pela S&P Global (de 5,5% para 5,2%).

Em Hong Kong caíram também os papéis de consumo e imobiliários. A bolsa de Tóquio fechou abaixo dos 33 mil pontos, refletindo o sentimento global de incerteza após a insurreição militar contra Vladimir Putin no fim de semana, que derruba ações de defesa pelo mundo. Em Dalian, o minério de ferro caiu 0,44%.

Confira o fechamento dos índices:

▪️ Tóquio — Nikkei: -0,25%
▪️ Hong Kong — Hang Seng: -0,51%
▪️ Taiwan — Taiex: -0,83%
▪️ Coreia — Kospi: +0,47%
▪️ China — Xangai: -1,48%
▪️ China — Shenzhen: -1,81%

Veja Também