Morning Call

Textos da subvenção e da LDO serão apresentados hoje

Atualizado 07/12/2023 às 01:05:18

Por Rosa Riscala e Mariana Ciscato*

[07/12/23]

… Mercados começam o dia repercutindo os dados da balança chinesa, que trouxe uma queda de 0,6% das importações em novembro (3% em outubro) e alta de 0,5% exportações, após recuo de 6,4% no mês anterior. Às 7h, a zona do euro divulga o PIB/3Tri, enquanto, nos EUA, o auxílio-desemprego (10h30) traz mais uma informação do mercado de trabalho. Na véspera do payroll, que sai amanhã, a pesquisa ADP reforçou a leitura de enfraquecimento do emprego e queda dos juros em março. Mas foi o tombo do petróleo que roubou a cena, ajudou a afundar os juros e castigou as ações das petroleiras, com pregões negativos em NY e na B3. No Congresso, ficou para hoje a apresentação do texto da MP da subvenção (11h). Às 11h30, será a vez do parecer de Danilo Forte (União) sobre a LDO.

… O deputado fará uma coletiva à imprensa antes de protocolar o seu relatório no sistema do Congresso. A principal expectativa gira em torno da possibilidade de Forte acatar ou não a emenda Randolfe, que limita o bloqueio de despesas do Orçamento/24.

… Ao Estadão, ele antecipou que não acataria, porque a emenda traz insegurança jurídica, mas o governo ainda pode tentar uma proposta alternativa para evitar que cortes elevados sejam necessários para o cumprimento das metas do arcabouço fiscal.

… Também há impasse na LDO sobre os recursos para o fundo eleitoral e os critérios de distribuição dessas verbas para as campanhas.

… Forte avalia tirar dinheiro do PAC para turbinar o fundo e sinalizou que deve aceitar uma emenda que prevê o uso de dinheiro público para bancar passagens e diárias a ministros de Estado e do STF, nas viagens entre Brasília e as cidades onde residem.

… Já o relatório do deputado Luiz Fernando Faria (PSD) sobre a MP da subvenção deve ser apresentado na comissão mista da Câmara. O texto seria lido ontem, mas não houve tempo para os “ajustes políticos” reclamados pelos líderes partidários.

… A ausência do presidente da Câmara, Arthur Lira, que ainda não voltou da viagem a Dubai, dificulta o diálogo e a conclusão dos acordos com o governo envolvendo a liberação de emendas e a decisão de pautar projetos que interessam aos deputados.

… Em relação ao parecer, parlamentares da Frente do Empreendedorismo ainda se mobilizam contra a cobrança retroativa do estoque de benefícios que já foram abatidos pelas empresas, mesmo com um desconto de 80% e parcelamento em até 12 vezes.

… A inclusão no relatório das mudanças nos Juros Sobre Capital Próprio (JCP) ainda preocupa, embora a promessa seja de que venham mais leves, sem limitar a dedução a 50% do lucro tributável e sem aumento de 15% para 20% no IR dos dividendos.

… A expectativa do governo é de que o texto seja votado na comissão e nos plenários da Câmara e do Senado na semana que vem.

… Também o relator da reforma tributária na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP), confirmou a intenção de Lira de votar a proposta em plenário na semana que vem. Ele ainda avalia a possibilidade de excluir algumas exceções colocadas pelo Senado no texto.

… Para acelerar a agenda, a Câmara deve realizar sessões de 2ªF a 6ªF na próxima semana, em um esforço concentrado antes do recesso.

… No caso da reforma tributária, o objetivo é a promulgação ainda este ano, deixando as leis complementares para 2024.

SABESP – Em sessão tumultuada na Assembleia Legislativa de São Paulo, com direito a gás de pimenta contra manifestantes, foi aprovado ontem à noite o projeto que prevê a privatização da companhia, por 62 votos a favor contra apenas um.

… A votação aconteceu sem a presença da oposição, que se retirou do plenário após não conseguir adiar a sessão, enquanto os aliados do governo Tarcísio de Freitas permaneceram, usando máscaras. O PL segue para sanção do Executivo.

… A oposição cogita impetrar mandado de segurança para anular a sessão. Para garantir a aprovação, foi prometida à base a liberação de emendas de R$ 11 milhões. Para a oposição, R$ 5,5 milhões.

… Segundo a proposta, o governo do Estado reduzirá sua participação na Sabesp para um porcentual entre 15% e 30%, com direito a uma “golden share”, título especial que dá ao acionista o poder de veto a determinadas decisões da empresa.

… Entre as emendas acatadas pelo relator, a principal garante estabilidade aos funcionários da Sabesp por 18 meses.

LEI DAS ESTATAIS – Pedido de vista do ministro Kássio Nunes Marques (STF) interrompeu ontem o julgamento que discute as restrições impostas pela lei à nomeação de políticos para cargos de direção e conselhos de administração de empresas públicas.

… Há um voto do ministro André Mendonça favorável às travas e um voto do relator, Ricardo Lewandowski, que deu liminar favorável ao PCdoB em março para suspender o trecho que restringe as nomeações políticas para estatais.

… Nunes Marques prometeu devolver o processo o mais rapidamente possível.

MAIS AGENDA – Com um dia de atraso, os dados de novembro do fluxo cambial serão divulgados às 14h30.

… Campos Neto faz palestra (9h) no Encontro Anual Drex 2023, aberto para a imprensa. O ministro Haddad se reúne com Pacheco (8h30), antes do esforço intensivo para votar a pauta econômica na semana que vem.

… Lula participa no Rio do encontro entre os chefes de Estado do Mercosul (10h35), depois de Macron ter melado, durante o final de semana, na COP28, as esperanças de um acordo entre os blocos sul-americano e europeu.

LÁ FORA – Nos EUA, saem os dados de outubro dos estoques no atacado (12h) e crédito ao consumidor medido pelo Fed (17h).

… A presidente do BCE, Christine Lagarde, participa de reunião do Eurogrupo, na Bélgica.

CADÊ O RALI? – Tem ficado na promessa, neste início de mês, a esperança de o Ibovespa continuar correndo, como fez em novembro, quando saltou mais de 12% e registrou a volta com tudo do interesse estrangeiro.

… Quase 80% de todo o capital externo acumulado na B3 este ano entrou no mês passado (R$ 21,024 bilhões), turbinado pela sinalização da virada dovish do Fed. Dezembro começou bem, com o Ibov nos 128 mil pontos.

… Mas depois de ter dado esta esticada, o índice à vista atravessa uma acomodação nesta semana. Ontem, perdeu duas faixas (127 mil e 126 mil) e fechou em baixa de 1,01%, a 125.622,65 pontos, com giro de R$ 22,7 bi.

… Seja como for, as expectativas para o Ibovespa no ano que vem são promissoras, tendo como gatilho o cenário projetado de juros menores nos EUA e na Europa, que devem elevar o apetite do investidor pelo Brasil.

… Puxando a fila das previsões mais animadas, a Guide prevê uma investida do índice à vista da bolsa doméstica em direção aos 155 mil pontos em 2024. A XP fala em 142 mil pontos e a Pantheon aposta em 126 mil pontos.

… O recorde histórico do Ibovespa é de 130.776,27 pontos, batido há dois anos em meio, em junho de 2021.

… Ontem, o real apreciado e a baixa dos DIs foram insuficientes para injetar ânimo na bolsa, que não conseguiu driblar a nova afundada do petróleo e também sentiu a queda em bloco dos bancos e a virada negativa da Vale.

… Na correção non stop, o barril do petróleo completou ontem a sua quinta queda consecutiva, com o WTI para janeiro (-4,06%) abaixo dos US$ 70, cotado a US$ 69,38, e o Brent para fevereiro (-3,75%) valendo US$ 74,30.

… Desde a reunião da Opep+, há uma semana, a commodity não é a mesma, duvidando que os cortes na oferta darão conta de enxugar o mercado. Ainda a economia global menos aquecida eleva o pessimismo sobre a demanda.

… Sob o impacto negativo do petróleo, caíram Petrobras (PN, -3,60%, para a mínima do dia, de R$ 33,50; e ON, -2,38%, R$ 35,34), PetroReconcavo (-4,33%; R$ 19,33), Prio (-3,99%; R$ 41,44) e 3R Petroleum (-3,48%; R$ 26,91).

… A piora de humor no mercado reverteu o desempenho da Vale, que passou a cair e fechou em baixa de 0,66%, a R$ 72,37, descolando-se do salto de quase 3% do minério de ferro e levando junto a CSN Mineração (ON, -0,43%).

… Um dia depois de o PIB/3Tri ter empolgado, os bancos devolveram o otimismo, de olho nos impactos da proposta do governo de prorrogação do Desenrola por três meses. O setor financeiro não quer que passe de março.

… Os papéis do BB (ON, -2,14%) lideraram as perdas observadas no segmento, seguidos por Santander (unit, -1,54%) e pelas ações de Bradesco ON (-1,24%, R$ 14,32), Bradesco PN (-1,04%, a R$ 16,16) e Itaú (-0,88%, a R$ 31,52).

… No campo positivo, GPA disparou 3,92% (R$ 3,98). O alto escalão da empresa atribuiu as altas recentes a um movimento de cobertura de short e negou rumores de propostas na mesa para a companhia virar uma ‘corporation’.  

TOP FIVE – Matéria especial do Broadcast indica que o real está no time das cinco moedas com maiores ganhos contra o dólar no ano, considerando um universo de 20 divisas relevantes, de emergentes a países desenvolvidos.

… A moeda brasileira está na quarta colocação, com valorização de quase 7%, atrás apenas dos pesos colombiano e mexicano e do zloty polonês. A performance positiva desafia a posição comprada recorde em dólar dos estrangeiros.

… Eles estão comprados em US$ 60 bilhões e se contrapõem aos fundos locais, que praticamente dobraram a posição vendida em dólar, para mais de US$ 9 bilhões, de agosto para agora. Analistas não parecem preocupados.

… De acordo com os profissionais ouvidos, não há qualquer ataque dos investidores estrangeiros contra o real relacionado aos fundamentos domésticos, como os ruídos fiscais ou a preocupação com as contas externas.

… Trata-se apenas de puro hedge, seja por questões técnicas ou para os gringos se defenderem de episódios de estresse recentes nos EUA, como a explosão dos juros dos Treasuries para 5%, que assustou no final de outubro.  

… Influenciado pelo dado fraco de emprego ontem, nos EUA, o dólar à vista fechou em baixa de 0,47%, a R$ 4,9024. Na mínima (R$ 4,8891), chegou a furar o suporte de R$ 4,90, mas atraiu compras nesta marca e desacelerou a queda.

… No câmbio futuro, o contrato da moeda americana para janeiro registrou desvalorização de 0,62%, a R$ 4,9120.

… O DI também aliviou a pressão, no cenário combinado de dólar mais barato, nova rodada de queda nas taxas dos Treasuries e o viés deflacionário do tombo do petróleo, que antecipa corte dos combustíveis pela Petrobras.

… Já estão precificadas as duas quedas de meio ponto na Selic (dezembro e janeiro) sinalizadas pelo Copom e a curva dos juros futuros indica agora a chance de mais uma dose de alívio de 0,5pp março, sem aceleração para 0,75pp.

… O DI para jan/25 caiu a 10,325% (de 10,374% na véspera); o jan/26 cedeu a 9,995% (10,047%); jan/27, a 10,100% (10,159%); jan/29, a 10,530% (10,601%); jan/31 voltou para 10,760% (10,843%); e o jan/33, a 10,860% (10,945%).

MELHOR DE TRÊS – Os dois primeiros testes de fogo da situação do emprego nos EUA (Jolts e ADP) já chancelaram um corte mais rápido do juro pelo Fed, em março, e agora só fica faltando o payroll para cravar a flexibilização.

… O setor privado americano criou 103 mil postos de trabalho em novembro, abaixo da projeção de 120 mil vagas. O dado de outubro foi revisado em baixa, de 113 mil para 106 mil, e abriu gap de queda na ponta longa dos Treasuries.

… A taxa da Note-10 anos caiu para 4,126%, de 4,186% na véspera, e a do T-Bond de 30 anos, a 4,224%, contra 4,303%, após terem renovado os menores níveis desde setembro nas mínimas, pelo segundo dia consecutivo.

… Yellen disse que o fato de os mercados de Treasuries estarem antecipando os movimentos dos juros do Fed pode ser um “complemento útil” à política monetária, se os participantes forem cuidadosos na interpretação dos dados.

… Ela não quis comentar, porém, se os mercados de títulos estão exagerando em antecipar os cortes do Fed.

… Na primeira reação ao indicador do emprego, o dólar perdeu fôlego e as bolsas em NY avançaram, em sintonia com as expectativas de que o Fed pode iniciar o ciclo de queda dos juros mais cedo, já no 1Tri do ano que vem.

… Mas a sorte virou. No caso do câmbio, o que se comenta é que, mesmo com o pivô dovish do Fed, o pouso suave da economia nos EUA, sem recessão, deve manter o dólar em posição mais privilegiada do que as moedas europeias.

… Assim, a moeda norte-americana reverteu à tarde as baixas iniciais. O índice DXY, que mede o dólar contra uma cesta de seis rivais fortes, fechou em leve alta de 0,10% e persistiu acima da linha dos 104,000 pontos (104,153).

… Ignorando o comentário do dirigente do BCE Martins Kazaks de que é cedo para discutir uma redução dos juros na zona do euro no primeiro semestre do ano que vem, a moeda do bloco europeu caiu 0,29%, para US$ 1,0765.

… Também a indicação de Bailey (BoE) de que os juros no Reino Unido continuarão elevados por algum tempo para acomodar a inflação à meta não poupou a libra (-0,29%, a US$ 1,2557). O iene recuou 0,12%, para 147,40/US$.

… Tendo o petróleo como vilão das ações de energia (ExxonMobil, -1,32%; e Chevron, -0,23%), as bolsas de NY viraram para o negativo na última hora do pregão e anularam o efeito positivo das apostas de juro menor pelo Fed.  

… O Dow Jones caiu 0,19%, a 36.054,43 pontos; S&P 500, -0,39% (4.549,34 pontos); e Nasdaq, -0,58% (14.146,71).

EM TEMPO… PETROBRAS informou que foi notificada de decisão proferida pelo plenário do TCU, que revogou a medida cautelar a respeito da AGE para alterações no estatuto social, realizada em 30/11…

… Fica, assim, revogada a decisão do ministro relator no sentido de que, até a decisão de mérito do TCU, não fossem levadas a registro, na Junta Comercial do Rio, as alterações do caput do artigo 21 do estatuto social…

… Na semana passada, a decisão de última hora do TCU limitou a mudança pretendida pela administração da Petrobras no trecho do estatuto social sobre indicações a cargos de alto escalão.

AMBEV. Citi informou ter recomendação de compra para a ação da companhia, com preço-alvo de R$ 18,50; empresa é a preferida entre as fabricantes de bebidas na América Latina; banco reiniciou a cobertura do setor.

JHSF anunciou que a CVM aprovou seu pedido para cancelamento do registro de emissor – categoria A; com isso, a JHSF passou a ser uma companhia de capital fechado.

AMERICANAS AS informou que 5.526 trabalhadores foram desligados na semana passada, sendo 306 pedidos de demissão; no período, houve um total de 359 admissões.

ENGIE BRASIL. Citi Research elevou o preço-alvo da ação da empresa de R$ 38 para R$ 39 e rebaixou a recomendação de neutra para venda…

… Atualização incorporou resultados do 3TRI, novas projeções de GSF (Generation Scaling Facto, ou risco hidrológico) e preço de energia para os próximos 3 anos.

TOTVS. LC-EH reduziu participação de 13% para 8,22% do total de ações ON da companhia, passando a deter 50.682.639 de papéis do tipo.

TIM aprovou a distribuição de R$ 655 milhões em JCP, o equivalente a R$ 0,2705 por ação, com pagamento até 23/1; ex em 22/12.

AÉREAS. Principais companhias que operam no Brasil devem apresentar entre hoje e amanhã as propostas demandadas pelo Ministério de Portos e Aeroportos para um plano de redução dos preços das passagens.

AOS ASSINANTES DO BDM, BOM DIA E BONS NEGÓCIOS!

*com a colaboração da equipe do BDM Online

AVISO – Bom Dia Mercado, produzido pela Mídia Briefing, não pode ser copiado e/ou redistribuído.

Veja Também