Ásia

Só Tóquio sobe na Ásia, que recua com China e big techs; minério cai 3% em Dalian

Atualizado 31/01/2024 às 08:10:16

https://www.bomdiamercado.com.br/wp-content/uploads/2024/01/xangai-5.jpg

A sessão asiática foi majoritariamente de baixa após os resultados decepcionantes de Microsoft (-1,27% no pré-mercado) e Alphabet (-5,26%) e com forte aversão a risco na China continental e em Hong Kong, após o quarto mês consecutivo de contração na produção industrial chinesa. Em Dalian, o minério de ferro caiu 3,08%.

👉🏻 Clique aqui para seguir o Canal do BDM no WhatsApp

Acrescentando incerteza ao cenário, a Bloomberg relata que Pequim está promovendo a fusão de milhares de bancos rurais em conglomerados regionais — seriam 2.100 instituições, com US$ 6,7 trilhões de ativos, afetadas por empréstimos ruins, margens pressionadas e baixo crescimento. O índice Xangai caiu 6,27% em janeiro, pior resultado em pelo menos dois anos. Em Tóquio, o índice Nikkei 225 deixou de lado os avanços abaixo do consenso em produção industrial e varejo em dezembro e subiu com balanços fortes; em janeiro, avançou 8,43%. (Lucia Boldrini + agências)

Confira o fechamento dos índices 👇

▪️Tóquio — Nikkei: +0,61%
▪️Hong Kong — Hang Seng: -1,39%
▪️Taiwan — Taiex: -0,80%
▪️Coreia — Kospi: -0,07%
▪️China — Xangai: -1,48%
▪️China — Shenzhen: -3,03%

Veja Também