Economia

Semana encerra com juros altos por mais tempo nos EUA e animação de techs

Atualizado 03/02/2024 às 12:30:40

https://www.bomdiamercado.com.br/wp-content/uploads/2024/01/grafico-mercado-economia-pexels.jpg

[02/02/2024] Da Redação do Bom Dia Mercado

Depois da fala assertiva de Jerome Powell, de que março seria muito cedo para o Fed começar a cortar juros, os números fortes do payroll de janeiro e as revisões para cima dos números de novembro e dezembro praticamente enterraram as chances de o afrouxamento monetário nos EUA começar na próxima reunião do Fomc.

Mesmo maio passou a ser dúvida, tamanha a pujança da economia americana, fato que deixa o risco de um repique inflacionário no radar.

O cenário de juros altos por mais tempo provocou fortes ajustes nos juros dos Treasuries e no preço do dólar, mas não abateu Wall Street. As ações de tecnologia reinaram entre os maiores ganhos desta semana, após a safra de balanços do quarto trimestre, dando fôlego principalmente ao Nasdaq.

Os sinais de uma nova crise no setor bancário americano ficaram em segundo plano, embora tenham prejudicado um pouco o desempenho do Dow Jones na semana. O mercado aguarda mais informações para avaliar se o problema foi apenas no New York Community Bancorp ou se é mais amplo.

Por aqui, valeu a velha regra do fluxo de capital gringo, que registrou saída expressiva em janeiro e neste início de fevereiro, afetando o Ibovespa.

A volta das atividades do Congresso, em meio a um clima pesado com o governo por causa da MP da reoneração, e a safra de balanços do quarto trimestre, com Itaú abrindo a próxima semana, devem colocar o noticiário doméstico novamente sob atenção dos investidores.

Bom fim de semana! (Téo Takar)

Veja Também