Sem categoria

Retornos dos Treasuries longos disparam e derrubam bolsas

Atualizado 25/10/2023 às 15:47:10

Da Redação do Bom Dia Mercado

As bolsas em Nova York renovaram mínimas de forma sucessiva na última meia hora, seguidas pelo Ibovespa, diante da disparada dos juros dos Treasuries longos nesta 4ªF. O surpreendente aumento nas vendas de moradias novas nos EUA (+12,3% em setembro) já tinha impulsionado os retornos dos títulos americanos ao mostrar a força da economia americana, apesar dos juros altos. Depois, um leilão de T-notes de 5 anos com juro máximo de 4,899%, bem acima da média recente, levou as taxas às máximas.

Há pouco, o T-bond de 30 anos subia 0,14pp, a 5,0848%. A note de 10 anos avançava 0,13pp, a 4,9517%. Nas bolsas, o resultado da Alphabet, cujo resultado decepcionou, contribui para a pressão. O Dow cai 0,30%, o S&P 500 recua 1,40%, o Nasdaq cede 2,35%. O índice dólar avança 0,24% e a moeda também sobe ante emergentes como o real (+0,23%, a R$ 5,0048).

Por aqui, o Ibovespa renovou mínimas junto com NY e há pouco reduzia as perdas a -0,86% (112.779,20). Na B3, os juros futuros sobem de forma moderada, longe das máximas intraday, à espera da votação do PL dos Fundos, confirmada para hoje pelo presidente da Câmara, Arthur Lira. O DI Jan27 avança a 11,065%, de 11,021%. (Ana Conceição)

Veja Também