Petróleo

Preocupações com a economia compensam cortes na oferta e petróleo recua

Atualizado 16/06/2023 às 10:48:26

O petróleo cai hoje com uma perspectiva econômica mais fraca e o radar nas novas altas nas taxas de juros, que prejudicam o sentimento, superando a projeção de um mercado mais apertado no segundo semestre do ano devido à maior demanda chinesa e aos cortes na oferta da Opep+.

O BCE elevou as taxas para uma alta de 22 anos ontem e o Fed, na 4ªF, sinalizou pelo menos meio ponto percentual de aumento até o final do ano. O aumento das taxas de juros pode desacelerar o crescimento econômico e reduzir a demanda por petróleo.

Os benchmarks caminham para um pequeno ganho semanal. Ontem subiram por volta de 3% na esperança com a China, oferta além do dólar mais fraco. Há pouco o Brent para agosto caía a US$ 75,49 (-0,24%) e WTI para julho, a US$ 70,39 (-0,33%). (Ana Katia + agências)

Veja Também