Economia

PMI composto do Brasil recua a 51,5 pontos em junho, diz S&P Global

Atualizado 05/07/2023 às 11:01:08

O índice dos gerentes de compras (PMI) composto do Brasil recuou de 52,3 pontos em maio para 51,5 em junho, segundo relatório da S&P Global, com desaceleração do setor de serviços (de 54,1 pontos para 53,3). Apesar da desaceleração, tanto no composto (que inclui a indústria) como em serviços, junho foi o quarto mês consecutivo de expansão de atividade das empresas privadas, com pontuação acima de 50.

Pollyana de LIma, diretora associada de Economia da S&P Global Market Intelligence, diz no relatório que o setor de serviços mostrou “força notável” em junho, em ambiente econômico desafiador.

A redução das projeções de inflação e a expectativa de cortes na Selic melhoraram o sentimento das empresas para o próximo ano. Alta na demanda puxou a quarta expansão mensal em negócios novos, no melhor ritmo desde outubro. Na contramão, os gerentes de compras relataram aumento de custos, atribuído ao crédito caro e altas em preços de serviços públicos, alimentos, materiais para reforma e licenças de sofware.

Veja Também