Morning Call

PIB fraco da China eleva pressão por mais estímulos

Atualizado 16/07/2023 às 23:59:55

Por Rosa Riscala e Mariana Ciscato*

[17/7/2023]

… A China voltou a assustar na noite deste domingo, com PIB fraco, que derrubava as commodities na primeira reação. Mas a nova decepção com a economia pode apressar Pequim a lançar estímulos adicionais. Nos EUA, não há dados decisivos nesta semana de pré-Fed, em que o investidor concentra atenção nos balanços de mais três grandes bancos (BofA, Morgan e Goldman Sachs), além de Netflix e Tesla. Aqui, a Vale divulga amanhã o relatório de produção e vendas do 2Tri. A semana é esvaziada em termos de indicadores. Hoje, saem o IGP-10 de julho (8h) e IBC-Br de maio (9h), que pegam o mercado em momento de revisões em baixa do PIB, sem que isso deva amolecer o coração do Copom para um corte maior (0,5 ponto porcentual) da Selic em agosto.

… A inflação pressionada no setor de serviços, que está no radar do BC, como revelou Guillen semana passada, permanece como vilã e desautoriza que o ciclo já comece com a redução mais intensa, de meio ponto, no juro.

… Fica a expectativa hoje para a participação de Guillen na live semanal do BC no Youtube, às 14h. O investidor vai conferir se o diretor de Política Econômica do BC repete as preocupações com a maior inércia dos preços de serviços.

… Ainda nesta 2ªF, a quarta deflação seguida dos preços agropecuários ao produtor, puxada pela soja e milho, deve manter o IGP-DI de julho (-1,07%) em terreno negativo, mas com recuo mais moderado do que o de 2,2% em junho.

… O mercado também confere as primeiras prévias de julho do IPC-S (hoje, às 8h) e do IPC-Fipe (amanhã). Na semana que vem (dia 25), o foco estará no IPCA-15 de julho, que já captará a mais recente queda da gasolina.

… Hoje, atenção à Focus (8h25). O Banco Inter já reduziu a projeção do IPCA/23 de 4,75% para 4,60%, abaixo do teto da meta de tolerância do BC. Para a Selic, espera 12% este ano e cortou a estimativa para 2024 de 9,5% para 9%.

… Do lado da atividade, em meio à onda de ajustes em baixa para o PIB/2Tri, o IBC-Br deve registrar hoje retração na margem. A mediana no Broadcast é de -0,10%, contra +0,56% em abril. As projeções vão de -1,2% a +1,0%.

… Na última 6ªF, as vendas no varejo em maio causaram uma surpresa negativa. Recuaram 1,1% pelo conceito ampliado, pior do que a previsão de -0,7%, e vieram abaixo do piso de -0,8% pelo conceito restrito (-1,0%).

… Nem o Dia da Mães salvou as vendas no varejo do pior resultado para o mês em cinco anos, desde 2018.

… Os dados contrariaram a tendência positiva dos outros dois principais indicadores de atividade: o volume de serviços e produção industrial, que subiram acima do esperado em maio, com altas de 0,9% e 0,3%, pela ordem.

… Para o Barclays, o desempenho da atividade econômica do Brasil é compatível com alta de 0,2% para  PIB/2Tri, o que representa uma perda de fôlego expressiva contra alta de 1,9% observada no 1Tri.

… O Santander espera 0,1% e o JPMorgan está bem mais otimista: projeta 1,0%. Mas o resultado previsto pelo banco é metade da estimativa anterior, diante do susto com a queda intensa das vendas do varejo em maio.

… O governo continua botando pressão para o Copom afastar a Selic de perto dos 14%. Durante evento na 6ªF, Alckmin cobrou um corte logo, dizendo que a inflação brasileira roda mais baixa do que na zona do euro (5,5%).

… A ministra Simone Tebet afirmou que o Brasil “vai precisar de um Desenrola por ano” se os juros seguirem altos.

… O governo antecipou de setembro para hoje o início do programa de renegociação de dívidas bancárias de inadimplentes, que limpará a partir desta 2ªF o nome de 1,5 milhão de negativados que devem até R$ 100.

… Nesta primeira etapa, o programa atenderá pessoas com renda entre dois salários mínimos até R$ 20 mil. Já os brasileiros que ganham até dois salários mínimos e têm débitos de até R$ 5 mil serão atendidos em setembro.

LÁ FORA – Os balanços roubam a cena nos EUA, nesta semana que antecede a decisão do Fed. Os resultados do BofA e Morgan Stanley saem amanhã. Goldman Sachs vem na 4ªF, dia também das big techs Netflix, Tesla, IBM.

… Sem indicadores de inflação nos EUA nos próximos dias para calibrar as apostas para o juro em setembro, o investidor monitora os dados de atividade de junho: produção industrial e vendas no varejo saem amanhã.

… Hoje, sai o índice Empire State, de atividade industrial em julho, às 9h30. Christine Lagarde discursa às 5h15 na abertura de conferência. Na Índia, os ministros de Finanças e presidentes de BCs do G20 participam de reunião.

… Na zona do euro, a leitura final de junho da inflação ao consumidor (CPI) é destaque da agenda amanhã.

… Divulgam decisões de política monetária esta semana os BCs da Turquia e África do Sul (5ªF), além da Rússia (6ªF).

CHINA HOJE – O PIB registrou alta anualizada de 6,3% no 2Tri e frustrou a previsão de 6,9%. O dado ofuscou a boa notícia da produção industrial, que subiu 4,4% em junho contra igual período de 2022 e superou a estimativa de 3%.

… No final da noite deste domingo, o petróleo caía quase 1% e o minério de ferro perdia em torno de 1,5%, indicando a primeira reação muito negativa à lenta retomada do PIB chinês depois do choque da pandemia de covid.

… O PIB fraco faz crescer a pressão por novos estímulos econômicos. Na última 6ªF, o vice-presidente do BC chinês, Liu Guoqiang, disse haver espaço para afrouxar a política monetária, se necessário, e ajustar o depósito compulsório.

… Na noite de 4ªF, o BC chinês (PBoC) estabelece as taxas de juro de referência (LPR).

… Em entrevista coletiva neste domingo, a secretária do Tesouro americano, Janet Yellen, defendeu uma redução das tensões com a China, mas considerou prematuro eliminar as tarifas impostas pelo governo Trump.

LULA – Está em Bruxelas para a cúpula de dois dias da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) e UE. O primeiro compromisso é hoje (4h) com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

… No evento, Lula tentará convencer os políticos europeus a assinarem os últimos detalhes do acordo do Mercosul com a União Europeia, que atualmente esbarra em divergências na área ambiental.

REFORMA TRIBUTÁRIA – O secretário extraordinário, Bernard Appy, disse que a regulamentação do texto deve ter ao menos quatro leis complementares: CBS e IBS; Conselho Federativo, FDR e transição de créditos do ICMS.

… “Estamos trabalhando com a ideia de mandar os projetos para o Congresso em fevereiro, mas queremos construir as propostas junto com os Estados e os municípios”, disse em live promovida pelo Bradesco Asset Management.

ARCABOUÇO FISCAL – Na Folha de sábado, o Tesouro sugere excluir os precatórios do novo regime (demandaria aprovação de nova emenda à Constituição), diante de uma bomba fiscal contratada de R$ 199,9 bi para 2027.

LIQUIDACHÃO – As vendas fracas no varejo em maio abriram uma onda de vendas na 6ªF nos papéis de consumo e varejo, mas a realização de lucro foi generalizada e só quatro das 86 ações negociadas no Ibov escaparam em alta.

… O índice à vista da bolsa doméstica caiu 1,30% e entregou os 119 mil pontos do pregão anterior e também os 118 mil, para fechar aos 117.710,54. O volume do dia foi de R$ 21,4 bilhões, bem abaixo da média recente, de R$ 30,5 bi.

… Petz (-3,70%), Natura (-3,68%), Renner (-3,36%) e Assaí (-3,31%) sentiram o varejo desaquecido.

… Mas Méliuz destoou e liderou com folga o ranking de altas do dia (+13,26%), após relatório do BTG apontar um preço-alvo de R$ 18 para os próximos 12 meses, o que significa potencial extraordinário de valorização, de 153%.

… Já na ponta de baixas, a pior desvalorização do dia foi de BRF (-6,71%; R$ 8,90), que se ajustou à oferta de ações (follow-on), cujo preço ficou em R$ 9,00 por ação e movimentou R$ 5,4 bilhões.

… Entre os grandes bancos, Bradesco PN caiu 1,27%, a R$ 16,34; Itaú recuou 1,05%, a R$ 28,28; Santander registrou perdas de 0,68% (R$ 29,31); Banco do Brasil, -0,67% (R$ 47,69); e Bradesco ON, -0,41% (R$ 14,52).

… Vale descolou da alta firme de 2,5% do minério e ficou estável, a R$ 68,61; Petrobras ON recuou 2,11%, a R$ 32,55, e Petrobras PN cedeu 1,96%, a R$ 29,05, acompanhando a queda do petróleo, que refletiu o dólar mais caro.

… Na ICE, o Brent para setembro perdeu a marca dos US$ 80, a US$ 79,87 por barril (-1,8%), ganhando 1,78% na semana. Na Nymex, o WTI para agosto cedeu 1,9%, a US$ 75,42 o barril, avançando 2,11% no período.

DÓLAR SOBE, MAS NÃO CONVENCE – A alta das expectativas de inflação americana (abaixo) puxou o dólar lá fora, mas foi insuficiente para devolver o patamar psicológico dos 100 pontos ao índice DXY (-0,14%, aos 99,914).

… Parece ser uma indicação de que prevalece no mercado a percepção de baixa do dólar, depois de o CPI e o PPI terem reforçado a expectativa de que o Fed fará apenas mais uma alta do juro e depois encerrará o ciclo.

… No fim da tarde, o euro operava praticamente estável (+0,02%), a US$ 1,1225, e a libra esterlina recuava 0,31%, para US$ 1,3099. O dólar subia 0,5% contra o iene (138,805/US$), que registrava a sua pior semana desde janeiro.

… Aqui, a moeda norte-americana interrompeu três pregões de baixa e encerrou a 6ªF em leve alta, acompanhando a pausa na forte desvalorização da moeda americana frente aos pares no exterior. Mas seguiu abaixo de R$ 4,80.

… O dólar à vista fechou a sessão com avanço discreto de 0,10%, a R$ 4,7950, após oscilar entre R$ 4,7770 (-0,28%) e R$ 4,8148 (+0,51%). Na semana, porém, a moeda recuou 1,46%. O dólar futuro para agosto caiu 0,12%, a R$ 4,8050.

… Apesar da prudência no câmbio, os juros futuros tiveram mais uma rodada de alta na 6ªF, anotando novas máximas até o fim da sessão. O miolo da curva, mais pressionado, acumulou mais de 0,20 pp na semana.

… As taxas chegaram a cair após os dados fracos do varejo em maio, mas em seguida retomaram a alta.

… Analistas atribuíram o movimento a um ajuste técnico depois da queima de prêmios recente. Além disso, a curva tem tido dificuldade para furar o nível de 10%, diante da inflação de serviços que inspira cautela, inclusive no BC.

… No fechamento, o DI jan24 subiu a 12,860%, de 12,825%; jan/25, a 10,920% (de 10,834%); jan/26, a 10,340% (de 10,203%); jan/27, a 10,360% (de 10,198%); jan/29, a 10,640% (de 10,506%); e jan/31, a 10,810% (de 10,664%).

BATEU NO MURO – O rali recente das bolsas em NY, motivado pela potencial proximidade do fim do ciclo de aperto do Fed, na esteira de CPI e PPI, foi freado na 6ªF por um indicador que acendeu algum sinal de alerta.

… Prévia de julho no sentimento do consumidor (Michigan) apontou salto ao nível mais alto em quase 2 anos (72,6, do consenso de 65,5), com altas nas expectativas de inflação de 1 ano (3,3% para 3,4%) e 5 anos (3,0% para 3,1%).

… O rendimento dos Treasuries de 2 anos, sensível às projeções de juros, reagiu e avançou a 4,729%, de 4,645%; e o da Note-10 anos subiu a 3,817%, de 3,766%, mas ainda permanece abaixo da marca de 4% tocada há duas semanas.

… O dólar devolveu parte das perdas da semana e bolsas fecharam mistas, encerrando a sequência de quatro altas seguidas, depois de ensaiarem uma subida mais cedo, espelhando otimismo inicial com a temporada de balanços.

… JPMorgan (+0,6%) e Wells Fargo (-0,34%), entretanto, afastaram-se das máximas, depois de elevarem as provisões para empréstimos ruins e estimarem queda nos depósitos. Citi afundou 4,05% com lucro aquém do esperado.

… O Dow Jones subiu só 0,33% (34.509,03 pontos), o S&P 500 recuou 0,10% (4.505,42) e Nasdaq perdeu 0,18% (14.113,70). Mas os índices ainda acumularam altas firmes na semana: +2,29%, +2,42% e +3,32%, respectivamente.

… Autoridades do Fed seguem contrariando as apostas do mercado de que o juro vai parar de subir depois de julho.

… Austan Goolsbee, do Fed de Chicago, afirmou à Fox News na 6ªF que os números recentes da inflação ao consumidor (CPI) são promissores, sim, mas que a inflação ainda está mais alta do que o desejável.

… Na 5ªF, o diretor do Fed Christopher Waller já havia esfriado o otimismo entre os investidores, dizendo que o alívio na inflação não indica tendência e projetando mais dois aumentos no juro, de 25 pb cada, até o ano acabar.

… Na ferramenta de aposta do CME, o mercado continua irredutível de que só vem mais uma alta. Falta combinar com os falcões do Fed, que além de verem inflação distante da meta de 2%, apontam mercado de trabalho apertado.

… Com a mão de obra aquecida, o Citi adiou a perspectiva de recessão nos EUA para 2024. O banco ainda vê chance de o Fed elevar o juro duas vezes no ano, mas postergou a aposta do 2º aumento de setembro para novembro.

EM TEMPO… LIGHT apresentou, na noite de 6ªF, plano de recuperação em que pretende realizar um leilão reverso para pagamento, desde que os credores ofereçam um desconto de, no mínimo, 60% na dívida…

… Para bancar o leilão reverso, a empresa pode levantar, no mínimo, R$ 1 bilhão no mercado…

… Entre as formas de captação, a Light cita possíveis emissões de debêntures, constituição de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs) e securitizações de créditos…

… Mas quem não se enquadrar nas regras ou não topar participar do desconto de 60% terá a alternativa de fazer parte de uma capitalização de até R$ 3 bilhões.

NEOENERGIA. O volume total de energia injetado nas redes da companhia totalizou 19.873 gigawatts-hora no 2Tri, alta de 2,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

PETROBRAS informou que retomou serviços de suporte administrativo e técnico temporário à Paraná Xisto, após o cumprimento das obrigações contratuais assumidas em 2022 pela canadense Forbes, compradora da refinaria.

RAÍZEN declarou que operações ocorrem dentro da lei, após a alfândega da Argentina apontar superfaturamento de importações em valores quase 16 vezes maiores que os reais, segundo a imprensa do país vizinho.

CSN informou que está investindo R$ 700 milhões em equipamentos e filtros contra poeira em Volta Redonda (RJ).

MARFRIG. Conselho de administração aprovou 13ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em até três séries, para colocação privada, no valor de, inicialmente, R$ 1,125 bi.

AZUL. A agência de classificação de risco S&P rebaixou o rating da companhia para default seletivo…

… A empresa anunciou na 6ªF a conclusão da troca de títulos de dívida 2024 e 2026 por títulos de 2029 e 2030.

CCR informou que foi concluída a transferência para a companhia da totalidade das ações detidas pela OTP Mobilidade na concessionária no VLT Carioca, correspondentes a 1,34% de seu capital social…

… Assim, a companhia passou a deter 95,1737% do capital social do VLT Carioca e também recebeu a totalidade dos direitos creditórios detidos pela OM em face da concessionária, relativos aos mútuos concedidos pela OM ao VLT.

EZTEC registrou Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 474,5 milhões em lançamentos no 2Tri, segundo prévia operacional. O resultado representa um salto de 272% em relação ao VGV registrado no 1Tri, de R$ 127,2 mi.

COESA. STJ negou liminar da ex-OAS e manteve a falência da empresa.

AMERICANAS informou que resultados do 1Tri serão divulgados em até 60 dias depois dos números de 2022…

… A companhia informou que decisão em procedimento arbitral excluiu a 3G Capital Partners LP do polo passivo, dentro do processo de recuperação judicial.

AOS ASSINANTES DO BDM, BOM DIA E BONS NEGÓCIOS!

*com a colaboração da equipe do BDM Online

AVISO – Bom Dia Mercado, produzido pela Mídia Briefing, não pode ser copiado e/ou redistribuído.

Veja Também