Petróleo

Petróleo tem alta moderada, de olho em estímulos na China e indicadores econômicos

Atualizado 29/08/2023 às 07:34:34

O petróleo avança moderadamente após o fechamento misto da véspera, entre a expectativa de anúncios de mais estímulos à economia chinesa, que puxou as bolsas da Ásia e impulsiona petroleiras, especialmente na Europa, e os indicadores econômicos que serão divulgados na China, EUA e Europa na semana — estes atualizarão perspectivas para a demanda futura e as próximas decisões de juros do Federal Reserve e do BCE.

Segundo agências, a Sinopec, maior refinaria chinesa, espera que a demanda doméstica no segundo semestre cresça em ritmo menor que no primeiro.

Há pouco, com índice dólar DXY estável, o contrato do Brent para outubro, prestes a vencer, subia 0,72% (US$ 85,03), e o de novembro avançava em linha (+0,72%, US$ 84,47). O tipo WTI para outubro sustentava os US$ 80 com ganho de 0,74% (US$ 80,70). (BDM Online + agências)

Veja Também