Petróleo

Petróleo sobe moderadamente entre expectativa de alta de juros e oferta apertada

Atualizado 24/07/2023 às 08:32:52

Investidores esperam mais aumentos de juros dos BCs dos EUA e da Europa, mas o aperto na oferta e as esperanças de estímulo chinês sustentam o Brent acima de US$ 80 o barril. Há pouco a cotação para setembro subia a US$ 81,50 (+0,53%), e o WTI/setembro a US$ 77,51 (+0,57%).

Os benchmarks subiram 1,5% e 2,2%, respectivamente, na semana passada, a quarta consecutiva de ganhos. A oferta deve diminuir após os cortes da Opep+ e os cortes sauditas impactam o mercado, mesmo com a demanda de verão por gasolina e combustível um pouco mais fortes.

Combates também se intensificaram na Ucrânia, e a China divulgou medidas para estimular o investimento privado em alguns setores de infraestrutura. Isso tudo compensa parcialmente um outro aumento da taxa do Fed nesta semana, com potencial de provocar volatilidade no curto prazo, já que o dólar está mais fortalecido, encarecendo as commodities.

Precificados aumentos de 25 pb para o Fed e para o BCE na 4ªF e na 5ªF, o foco estará no que Jerome Powell e Christine Lagarde têm a dizer sobre futuros aumentos nas taxas. (Ana Katia + agências)

Veja Também