Petróleo

Petróleo sobe mais de 3% com tombo do dólar e corte de juros na China

Atualizado 15/06/2023 às 15:55:43

O petróleo fechou em alta expressiva nesta 5ªF, refletindo a forte queda do dólar frente às principais moedas e também o corte de juros na China e dados positivos da segunda maior economia do mundo. O tombo do dólar (DXY -0,77%) é consequência das decisões de política monetária do Fed, que manteve os juros na reunião de ontem, e do BCE, que elevou as taxas básicas hoje para conter a inflação no bloco.

Já na China, o PBoC cortou os juros da linha de médio prazo e injetou US$ 33 bilhões na economia para estimular o consumo. A produção industrial no país subiu 3,5% em maio, conforme previsto, enquanto as vendas no varejo avançaram 12,7% em maio, na comparação anual. O Brent para agosto fechou em alta de 3,37%, a US$ 75,67 por barril, na ICE. Já o WTI para o mesmo mês teve alta de 3,43%, a US$ 70,81 por barril, na Nymex. (BDM Online + agências)

Veja Também