Petróleo

Petróleo sobe mais de 2% com ajuda de dólar fraco e estímulos econômicos na China

Atualizado 11/07/2023 às 16:05:18

Os preços do petróleo avançaram nesta 3ªF, com ajuda do dólar fraco antes da divulgação do dado de inflação (CPI) nos EUA, e apoiado pelo anúncio de novos estímulos ao setor imobiliário na China, na tentativa do governo local de atingir sua meta de crescimento de 5% do PIB neste ano. Além disso, o DoE divulgou sua revisão mensal, prevendo que o consumo mundial de petróleo registrará crescimento de cerca de 1,8 milhão de barris/dia neste ano, acima da previsão anterior, de 1,6 milhão de barris/dia. Já para 2024, a previsão de crescimento passou de 1,7 milhão para 1,6 milhão de barris/dia. O Brent para setembro subiu 2,20%, a US$ 79,40 por barril, na ICE. E o WTI para agosto teve alta de 2,52%, a US$ 74,83 por barril, na Nymex. (BDM Online + agências)

Veja Também