Petróleo

Petróleo sobe com dólar fraco após inflação abrandar nos EUA

Atualizado 13/07/2023 às 08:19:22

O petróleo sobe perto de máximas de três meses, após inflação mais suave do que o esperado nos EUA. Reportado ontem, o CPI ajudou a aliviar alguma ansiedade sobre o aumento das taxas de juros, estimulando apostas de que o Fed precisará adotar uma postura menos agressiva este ano.

Os ganhos hoje são limitados pelos estoques americanos, que aumentaram inesperadamente na semana passada, enquanto a demanda por gasolina enfraquece apesar do verão. Um indicador semanal de produtos petrolíferos fornecidos aos mercados caiu para 18,7 milhões de barris por dia, seu nível mais baixo desde o início de janeiro.

Os analistas observam que isso representa um quadro fraco da demanda por gasolina nos EUA, que é um dos principais impulsionadores do consumo geral de petróleo no país. Nas mínimas, o DXY cai 0,29% (100,225) e beneficia a maioria das commodities cotadas em dólar. Ambos os contratos de referência subiram cerca de US$ 3 nas últimas sessões.

Há pouco os contratos do Brent/setembro subiam 0,30%, a US$ 80,35; e o WTI/agosto, +0,21%, a US$ 75,91. Os níveis de US$ 80 e US$ 75 são vistos como um sinal de alta para os mercados.
(Ana Katia + agências)

Veja Também