Petróleo

Petróleo sobe com cortes na produção saudita e russa para agosto

Atualizado 03/07/2023 às 08:12:51

O petróleo sobe hoje depois que os principais exportadores, Arábia Saudita e Rússia, anunciaram cortes na oferta para agosto, o que ofusca no momento a preocupação com a desaceleração econômica global e o potencial de novos aumentos nas taxas de juros dos EUA.

A Arábia Saudita disse que estenderá seu corte voluntário de um milhão de barris por dia (bpd) por mais um mês para incluir agosto, segundo a agência de notícias estatal. Já a Rússia, que busca aumentar os preços globais do petróleo em conjunto com os sauditas, restringe ainda mais a oferta global ao anunciar que reduzirá suas exportações de petróleo em 500 mil bpd também em agosto, segundo o vice-primeiro-ministro Alexander Novak.

Riad e Moscou vêm tentando sustentar os preços. O Brent caiu de US$ 113 por barril há um ano, devido a preocupações com uma desaceleração econômica e ampla oferta de grandes produtores.

Há pouco o Brent para setembro subia 0,80%, a US$ 76,01; e o WTI para agosto, +0,89%, a US$ 71,27. (Ana Katia + agências)

Veja Também