Petróleo

Petróleo se recupera da queda após cortes desanimadores da Opep+

Atualizado 01/12/2023 às 08:19:33

[01/12/23] Da Redação do Bom Dia Mercado

O petróleo reduziu perdas depois de cair acentuadamente no início das negociações e em mais de 2% ontem, devido à percepção de que os cortes voluntários da Opep+ eram desanimadores. Há pouco o Brent/fev subia 0,17%, a US$ 81,00; o WTI/jan, +0,24%, a US$ 76,14. O cartel, que produz mais de 40% do petróleo mundial, se concentrou na redução da produção, uma vez que os preços caíram de US$ 98 no fim de setembro, devido a preocupações com um crescimento econômico mais fraco em 2024 e expectativas de excedente de oferta. A Arábia Saudita, a Rússia e outros membros concordaram com uma redução de 900 mil bpd, além de prolongar 1,3 milhões de bpd nos cortes de produção já em vigor. Os delegados já haviam discutido até 2 milhões de bpd em novas restrições à produção. O Goldman Sachs classificou a medida como “resposta temporária” e “difícil de implementar”. Separadamente, o Brasil disse que se juntaria à Opep+ no próximo ano, embora tal medida não vincule o País a cortes de produção. (Ana Katia + agências)

Veja Também