Petróleo

Petróleo recua após decepção sobre estímulos da China e incerteza sobre crescimento da economia global

Atualizado 20/06/2023 às 15:52:24

Os contratos futuros de petróleo recuaram nesta 3ªF, diante da decepção com o corte de juros pelo BC da China, considerado modesto e sem anúncio de outros estímulos econômicos. O mercado também demonstrou preocupação sobre a perspectiva de demanda da commodity pelo país.

A demanda de petróleo bruto da China em 2023 deve aumentar 3,5% em relação ao ano passado, segundo pesquisa da China National Petroleum Corporation (CNPC). O governo chinês se reuniu na semana passada para discutir medidas para estimular o crescimento, mas nenhuma decisão foi tomada.

Para a consultoria Oanda, o mercado global de petróleo deverá ter déficit mais adiante neste ano devido aos cortes de produção liderados pela Arábia Saudita, porém o ritmo de crescimento da economia mundial permanece como um risco de baixa significativo para os preços da commodity. O Brent para agosto recuou 0,25%, a US$ 75,90 por barril, na ICE. E o WTI para o mesmo mês fechou em baixa de 1,03%, a US$ 71,19 por barril, na Nymex. (BDM Online + agências)

Veja Também