Petróleo

Petróleo oscila antes da reunião do Fed e do relatório da Opep+

Atualizado 13/12/2023 às 08:25:31

O petróleo passou a subir há pouco, testando uma correção à queda de mais de 3%, para mínimas de seis meses, devido ao excesso de oferta e às preocupações com a demanda. Há pouco o Brent/fevereiro ganhava 0,19%, a U$ 73,38; o WTI/jan, +0,22%, a US$ 68,76.

O mercado tropeçou nas negociações após leituras de inflação dos EUA mais firmes do que o esperado para novembro reforçarem a visão de que o Fed não reduzirá as taxas no início do próximo ano. Enquanto isso, a média semanal das exportações russas saltou para o maior nível desde julho, disseram analistas da ANZ, agravando as preocupações com o excesso de oferta e lançando dúvidas sobre o recente acordo de corte de produção da Opep+, que divulga relatório hoje. 

image 5
Petróleo oscila antes da reunião do Fed e do relatório da Opep+ 2

A AIE elevou previsão de oferta em 2023 em 300 mil bpd, para 12,93 milhões de bpd. A perspectiva pessimista coloca o petróleo no caminho de cair pela oitava semana consecutiva. Além disso, hoje termina a reunião do Fed e uma postura mais agressiva pode causar uma queda adicional nos preços, embora o custo do transporte pelo Mar Vermelho tenha subido com os ataques dos Houthis. (Ana Katia + agências)

Veja Também