Petróleo

Petróleo fecha em alta e sobe pela 5ª semana consecutiva

Atualizado 28/07/2023 às 16:00:21

As cotações do petróleo viraram no fim do pregão e fecharam em alta nesta 6ªF. A queda do dólar ante outras moedas e a resiliência do consumidor americano, mostrada em dados de consumo e confiança hoje, ajudaram. Na semana, os contratos avançaram pela quinta vez consecutiva.

De uma forma geral, o mercado tem sido sustentado pelo aperto na oferta global e perspectiva de melhora na demanda, em especial da China. Apenas em julho, os preços da commodity avançam quase 15%.

Entre as notícias do setor, o The Wall Street Journal noticiou há pouco que a gigante estatal russa Rosfnet fechou um acordo para vender parte substancial de sua produção a empresas pouco conhecidas.

É mais sinal de de que o aperto financeiro sobre os produtores de petróleo russos devido às sanções do Ocidente está diminuindo. O preço da principal variedade de petróleo bruto do país tem estado acima do limite imposto pelo Ocidente nas últimas semanas, segundo o jornal.

No fechamento, o Brent para outubro subiu 0,74%, a US$ 84,41 por barril, na ICE. O WTI para setembro avançou 0,61%, a US$ 80,58 por barril, na Nymex. Na semana, Brent subiu 4,36%; o WTI teve alta de 4,55%. (BDM Online + agências)

Veja Também