Petróleo

Petróleo cai após PIB ruim da China e retomada de produção na Líbia

Atualizado 17/07/2023 às 15:55:16

As cotações do petróleo fecharam com queda, pressionados pelo crescimento (6,3% anualizado) menor que o esperado (6,9%) do PIB da China no 2º trimestre e pela retomada da produção em Sharara, um dos maiores campos de petróleo da Líbia.

As perdas nos preços da commodity foram limitadas pelo fato de a demanda aparente por petróleo ter crescido 14% na China em junho e por sinais de redução na oferta de Arábia Saudita e Rússia. Essas restrições, juntamente com as interrupções na Líbia e uma interrupção contínua do fornecimento na Nigéria, ajudaram o Brent a ultrapassar brevemente US$ 80 o barril na semana passada.

No fechamento, o contrato do Brent para setembro caiu 1,71%, a US$ 78,50 por barril, na ICE. O WTI para agosto recuou 1,68%, a US$ 74,15 por barril, na Nymex. (BDM Online + agências)

Veja Também