Ouro

Ouro fecha em alta, sustentado pela desaceleração do PCE nos EUA

Atualizado 28/07/2023 às 15:24:33

A cotação do ouro fechou em alta nesta 6ªF, sustentada pela baixa do dólar ante outras moedas e pela queda nos juros dos Treasuries. Ambos os ativos responderam à desaceleração do PCE – de 0,3% em maio para 0,2% em junho-, índice de preços preferido pelo Fed. Por outro lado, os gastos do consumidor americano subiram 0,5% em junho, em um sinal de confiança na economia dos EUA.

Na semana, o preço da commodity teve ligeira queda. Mas do ponto de vista técnico, há sinais positivos. “O ouro se recuperou ligeiramente da mínima de ontem em US$ 1.940, que agora é considerada a primeira zona de suporte, e isso é positivo”, disse Rupert Rowling, analista de mercado da Kinesis Money, à agência Dow Jones. Na Comex, o contrato agosto teve alta de 0,75%, a US$ 1.960,40 por onça-troy. Na semana, o ativo caiu 0,31%. (BDM Online + agências)

Veja Também