Ibovespa

NY corrige perdas recentes, à espera do Fed e balanços; Ibovespa piora após entrevista de Haddad

Atualizado 30/10/2023 às 17:33:22

As bolsas em NY fecharam em alta nesta 2ªF, em movimento de correção de perdas recentes, à espera de dados econômicos importantes ao longo da semana, como a decisão do Fed, na 4ªF, e o balanço da Apple, na 5ªF. O índice Dow Jones subiu 1,58%, aos 32.928,96 pontos. O S&P500 avançou 1,20%, aos 4.166,82 pontos. O Nasdaq ganhou 1,16%, aos 12.789,48 pontos. Os retornos dos Treasuries avançaram. O juro do T-bond de 30 anos subiu a 5,037%, de 5,0201%, ontem. O da T-note de 2 anos avançou a 5,049% de 5,025%, o da T-note de 5 anos subiu a 4,8004%, de 4,7792%, e o da T-note de 10 anos avançou a 4,878%, de 4,8388%.

Já o mercado doméstico se descolou do exterior, com a preocupação dos investidores voltadas para o compromisso fiscal do governo federal. O desempenho do Ibovespa piorou após entrevista coletiva do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que não cogitou mudança na meta de zerar o déficit primário em 2024, depois de o presidente Lula ter descartado a meta na 6ªF (27). O índice fechou com queda de 0,68%, aos 112.531,52 pontos. O volume financeiro somou apenas R$ 18,3 bilhões, bem abaixo da média diária de setembro, de R$ 23,321 bilhões. (Igor Giannasi, segue)

Veja Também