Giro dos Mercados

Na expectativa de corte da Selic, dólar oscila e juros cedem; Focus revisa inflação para baixo

Atualizado 31/07/2023 às 09:28:34

O dólar oscila na abertura em um cenário de estímulos na China, petróleo em alta e disputa pela Ptax, às vésperas da decisão do Copom e do fim do recesso parlamentar.

Há pouco a moeda aprofundava as perdas a R$ 4,7225 (-0,18%), com o dólar futuro a R$ 4,7225 (-0,30%), e os juros futuros passaram, de forma moderada, a recuar em toda a curva, descolando-se do viés de alta dos retornos dos Treasuries.

Mais cedo o Focus mostrou queda nas projeções de inflação deste e do próximo ano, revisão para baixo na Selic a partir de 2024 e no dólar de 2023 a 2026. No exterior, a moeda não segue direção única, com a perspectiva de que o ciclo de alta da taxa do Fed, um dos principais impulsionadores da divisa, pode ter terminado com o aumento de 25 pb da semana passada.

O DXY ronda os 101 pontos (101,740), em alta de +0,12%. Dados de 6ªF mostraram inflação dos EUA em seu ritmo mais lento em mais de dois anos, o que diminui a pressão sobre o FOMC. Com mais dois relatórios mensais de CPI e o payroll na 6ªF, antes da próxima reunião do Fed em setembro, os mercados têm muito tempo para mudar de ideia.

O euro sobe de leve (+0,06%) com a queda da inflação da região em julho, enquanto o bloco volta a crescer no 2TRI. A libra ganha 0,02%, antes da reunião do BoE, com o mercado dividido entre 25 e 50 pb. (Ana Katia)

Veja Também