Ásia

Na Ásia, chinesas disparam com mobilização de Pequim para deter liquidação

Atualizado 06/02/2024 às 07:08:17

https://www.bomdiamercado.com.br/wp-content/uploads/2023/12/asia2.png

A sessão asiática, mista, foi marcada pela forte recuperação nas bolsas da China continental e de Hong Kong em meio a esforços de Pequim para estancar a sangria nas ações antes do feriado do ano novo lunar, em que gastos são altamente dependentes da confiança do consumidor.

A Bloomberg informa que o tema seria tratado em alto nível, por Xi Jinping e outras autoridades, em reunião com reguladores do mercado talvez ainda hoje. Estima-se que os mercados chineses e Hong Kong tenham perdido US$ 7 trilhões em valor desde o pico de 2021. Na expectativa de estímulos, o índice CSI 300, das blue chips de Xangai e Shenzen, subiu 3,5%, a maior alta desde o fim de 2022, e as small caps do CSI 1000 avançaram 7%, o melhor avanço desde 2008.

As demais praças asiáticas, de olho na queda da véspera em NY, recuaram. Tóquio interrompeu dois dias de ganhos, avaliando balanços e declínio maior que a projeção nos gastos das famílias em dezembro. Em Dalian, o minério de ferro caiu 0,63%. (Lucia Boldrini + agências)

Confira o fechamento dos índices 👇

▪️Tóquio — Nikkei: -0,53%
▪️Hong Kong — Hang Seng: +4,04%
▪️Taiwan — Taiex: feriado
▪️Coreia — Kospi: -0,58%
▪️China — Xangai: +5,14%
▪️China — Shenzhen: +3,23%

Veja Também