Giro dos Mercados

Medo de recessão esfria Wall Street, mas Ibovespa tenta se descolar de quadro negativo global

Atualizado 23/06/2023 às 15:10:05

O mercado doméstico esboça uma melhora na tarde desta 6ªF, depois de uma abertura negativa, pressionada pelo clima de recessão que rodeia os mercados europeu e americano após uma nova onda de aperto monetário pelos principais BCs e sinalizações de que mais altas de juros virão para conter a inflação persistente.

Há pouco, o Ibovespa marcava leve alta de 0,11% e sustentava os 119 mil pontos (119.066), com elétricas e #ASAI3 (+7,86%) puxando o índice para cima, enquanto #PETR4 (-2,67%) e #VALE3 (-1,29%) seguiam pesadas, em meio à queda do petróleo e do minério de ferro. O dólar também se afastou das máximas (+0,08%, a R$ 4,7760), em contraste com a moeda no exterior (DXY +0,47%), que segue em alta firme frente aos pares.

Wall Street se afastou das mínimas (Dow -0,48%; S&P500 -0,49%; Nasdaq -0,57%) mas segue no vermelho, diante da expectativa de perda de tração da economia apontada pelos índices preliminares de atividade (PMIs) de junho. Os juros futuros perdem prêmio em toda a curva, parte com o retorno das apostas de início de corte da Selic em agosto, e parte pelo cenário recessivo global. (Téo Takar)

Veja Também