Juros

Juros futuros fecham longe das mínimas com volta da desoneração

Atualizado 14/12/2023 às 18:23:26

Os juros futuros fecharam com queda, mas bem longe das mínimas do dia. As taxas chegaram a cair entre 0,14 e 0,20pp na primeira parte da sessão, acompanhando os retornos dos Treasuries.

Os yields dos títulos americanos estenderam as fortes perdas de ontem após dirigentes do Fed e Jerome Powell sinalizarem juro mais baixo em 2024. O recuo é mais forte nos vencimentos mais longos, como a T-note de 10 anos (-0,10pp, a 3,91%) e o T-bond de 30 anos (-0,15pp, a 4,02%).

image 5
Juros futuros fecham longe das mínimas com volta da desoneração 2

Inicialmente, a postura dovish do Fed prevaleceu sobre o comunicado do Copom, que desautorizou expectativas para aceleração da queda da Selic. No período da tarde, contudo, a queda perdeu força com a derrubada pelo Congresso do veto do presidente Lula à desoneração da folha de pagamentos.

A medida vai custar R$ 25 bilhões à União, valor que não está no Orçamento, segundo Fernando Haddad (Fazenda). O governo vai acionar o Judiciário contra a prorrogação da desoneração.

No fechamento, o DI para jan/25 caiu a 10,110% (de 10,162%, ontem); o jan/26, a 9,710% (9,736%); jan/27, a 9,815% (9,843%); jan/29, a 10,240% (10,306%). O jan/31, a 10,520% (10,590%); e o Jan/33, a 10,660% (10,733%). (Ana Conceição)

Veja Também