Juros

Juros futuros fecham em queda com IPCA benigno e dólar em baixa

Atualizado 10/11/2023 às 18:16:24

Os juros futuros fecharam em queda, beneficiados pelo IPCA (+0,24%) abaixo do esperado (+0,26%) e abertura benigna, com média de núcleos em desaceleração.

Apesar do consenso de que os dados vieram bons no geral, analistas não apostam num aumento no ritmo de corte da Selic por causa da preocupação com o cenário fiscal e a turbulência externa.

Na metade da sessão, os retornos dos Treasuries – que em baixa ajudaram as taxas domésticas – passaram a subir. Embora isso tenha desacelerado o recuo dos DIs, as taxas se descolaram do exterior e mantiveram o sinal negativo, com a ajuda da queda do dólar.

No fim da sessão em NY, os retornos dos Treasuries curtos subiam, os longos estavam em queda. O saldo da semana também foi de baixa, apesar dos ruídos em torno da política fiscal.

Os longos caíram em torno de 0,17pp. Os curtos cederam em torno de 0,08pp.

No fechamento, o contrato DI para jan/24 ficou em 11,994% (de 11,995%, ontem); o jan/25 caiu a 10,735% (de 10,805%); o jan/26, a 10,505% (de 10,599%). O jan/27 cedeu a 10,620% (de 10,716%); o jan/29, a 10,990% (de 11,090%). O jan/31 caiu a 11,190% (de 11,292%). (Ana Conceição)

Veja Também