Juros

Juros futuros caem com risk-on

Atualizado 31/07/2023 às 18:08:03

De ponta a ponta, a curva do DI devolveu prêmio nesta 2ªF, especialmente no trecho mais longo. O movimento foi contagiado pelo otimismo no ambiente de negócios com o anúncio de novos estímulos econômicos pela China.

Além disso, os juros futuros acompanharam a leve queda dos yields dos Treasuries, à medida que cresce a percepção de que o Fed não subirá o juro em setembro. Por aqui, o corte mais agressivo de meio ponto na Selic no início do ciclo de queda corre forte no páreo das apostas.

Às vésperas da decisão do Copom, na Focus, a projeção para IPCA em 2023 voltou a recuar, de 4,90% para 4,84%, cada vez mais perto do teto da meta deste ano (4,75%). Para 2024, foco da política monetária, a projeção baixou de forma marginal, de 3,90% para 3,89%, ainda longe do target de 3%.

No fechamento, o contrato de DI para jan/24 caía a 12,585% (de 12,611%); jan/25, a 10,615 (de 10,640%); jan/26, a 10,060% (de 10,118%); jan/27, a 10,130% (de 10,207%); jan/29, a 10,500% (de 10,604%); e jan/31, a 10,750% (de 10,850%). (Mariana Ciscato)

Veja Também