Juros

Juros fecharam em queda, após baixa inesperada do IBC-Br

Atualizado 17/11/2023 às 18:08:25

Os juros futuros fecharam com queda moderada hoje, depois que o índice de atividade do BC, o IBC-Br, registrou baixa de 0,06%, quando se esperava alta de 0,4% em setembro.

Para economistas, o dado reforçou a projeção de baixa no PIB do 3º trimestre. Alguns citaram a possibilidade de retração também no 4º tri, o que configuraria recessão técnica.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse em um evento que o IBC-Br de um mês não muda expectativa de longo prazo, sinalizando que o Copom não vai acelerar os cortes de juros por causa disso.

“O IBC-Br que saiu hoje não muda nossas expectativas”, disse. Também reiterou que o guidance é manter a Selic em campo restritivo.

Os juros futuros diminuíram a baixa depois de Fernando Haddad (Fazenda) dizer que o contingenciamento do orçamento em 2024 deve ficar entre R$ 22 bilhões e R$ 23 bilhões, ante R$ 53 bilhões esperados pelo relator da LDO e economistas.

Para a Warren Rena, dizer que o contingenciamento não pode impedir um crescimento do gasto, como fez Haddad, aumenta o risco fiscal.

No fechamento, o contrato DI para jan/25 recuou a 10,455% (de 10,495%, ontem); o jan/26, a 10,175% (de 10,208%). O jan/27, a 10,305% (de 10,346%); o jan/29, a 10,710% (de 10,755%). O jan/31 caiu a 10,910% (de 10,965%) e o Jan/33, a 10,990% (de 11,039%). (Ana Conceição)

Veja Também