Juros

Juros fecham em queda, apesar dos Treasuries; na semana, sobem 0,20pp

Atualizado 06/10/2023 às 18:05:21

As taxas dos DIs fecharam com ligeira queda, após terem subido mais de 0,30pp no miolo da curva, com o mercado reduzindo o nervosismo após o susto com o payroll de setembro. A criação de empregos nos EUA muito acima do esperado ativou uma fuga dos ativos de maior risco pela manhã, mas ao longo do dia pesou mais o dado do aumento dos salários, que desacelerou. As bolsas de ações se recuperaram e o dólar caiu.

Os juros dos Treasuries se mantiveram em alta, mas distante das máximas. Houve um movimento de cautela nesse mercado, que estará fechado na 2ªF, feriado do Dia de Colombo nos EUA. Depois do payroll, a aposta de manutenção dos juros pelo Fed no resto do ano diminuiu, mas ainda é majoritária.

Mary Daly, do Fed San Francisco, afirmou que as condições financeiras ficaram mais apertadas nos EUA nos últimos 90 dias e que, se seguirem assim, as chances de mais aumento de juros diminuem. Na semana, as taxas dos DIs subiram mais de 0,20pp na B3 (a partir do DIJan26), pressionadas pela forte alta do retorno dos Treasuries.

O contrato DI para jan/24 ficou estável em 12,238% (de 12,237%, ontem); o jan/25 caiu a 10,955% (de 10,976%); o jan/26, a 10,830% (de 10,860%). O jan/27, a 11,070% (de 11,121%); jan/29, a 11,560% (de 11,623%); e o jan/31, a 11,850% (de 11,907%). (Ana Conceição)

Veja Também