Ações

Itaú BBA corta preço-alvo de Ambev, que se destaca junto com B3 entre as baixas de blue chips

Atualizado 01/02/2024 às 11:36:18

https://www.bomdiamercado.com.br/wp-content/uploads/2023/11/ambev1.png

O papel da Ambev (ABEV3 -1,22%, R$ 12,93) recua desde a abertura após ter seu preço-alvo no Itaú BBA cortado de R$ 17 para R$ 15 no fim de 2024, com recomendação neutra reiterada. O upside agora é de 14,67% (antes, quase 30%). O banco atualizou estimativas para a empresa com abordagem mais conservadora sobre subvenções fiscais, incluindo alterações nas regras para JCP e ICMS, e a dinâmica econômica na Argentina.

Ainda entre as blue chips, o papel B3 há pouco estava na mínima (B3SA3 -0,76%, R$ 12,99), depois que o Citi estimou em R$ 22 bilhões o volume médio de negociação em janeiro — queda de 8% ante dezembro e de 11% ante janeiro de 2023. (BDM Online + agências)

Veja Também