Morning Call

IPCA divide atenção com BB e Petrobras

Atualizado 08/02/2024 às 01:22:05

Por Rosa Riscala e Mariana Ciscato*

[08/02/24]

… O dia começa com deflação na China maior do que a esperada, reforçando a pressão por novos estímulos econômicos. Dirigentes do BoE, BCE e Fed (Tom Barkin, 14h05) voltam a comentar sobre os juros na Europa e nos EUA, com os investidores na expectativa de novos sinais para projetar os próximos passos de política monetária. Ainda em NY, saem dados do auxílio-desemprego (10h30). Já aqui, o IPCA de janeiro (9h) é o destaque entre os indicadores, com previsão de desacelerar para 0,35% (de 0,56% em dezembro). No noticiário corporativo, Petrobras divulga à noite o relatório de produção e vendas, enquanto o Banco do Brasil encerra a temporada de balanços do setor, que foi contaminado nesta 4ªF pela decepção com os resultados de Bradesco, refletida num tombo de 15% da ação na B3, entre as maiores quedas da história do banco.

… Segundo pesquisa Broadcast, o BB deve apresentar hoje, depois do fechamento, um lucro líquido de R$ 9,188 bilhões no 4Tri, representando uma alta de 1,6% contra o mesmo intervalo de 2022 e avanço trimestral de 4,6%.

… A carteira de crédito deve crescer 10% em base anual, puxada pelo agronegócio, impulsionando as margens.

… A inadimplência deve subir de leve (+0,1pp, para 2,9%), após vários trimestres abaixo da média histórica. Mas passado o “efeito Americanas”, as provisões contra a inadimplência devem cair. O Goldman Sachs projeta -6%.

… O Bradesco informou ontem lucro líquido recorrente de R$ 2,878 bilhões no 4Tri do ano passado, aumento de 80,4% na base anualizada, mas 38% abaixo do esperado pelo mercado financeiro, de R$ 4,645 bilhões.

… O novo CEO, Marcelo Noronha, disse que o resultado foi agravado por provisões adicionais para duas grandes empresas, que ele não revelou o nome. Sem isso, disse, o lucro do trimestre poderia ter sido de R$ 4,3 bilhões.

… Para 2024, o Bradesco estimou crescimento de 7% a 11% para a carteira de crédito, com expansão de 3% a 7% na margem financeira e aumento de 2% a 6% nas receitas de prestação de serviços.

… Já as despesas operacionais devem subir de 5% a 9% e o banco estimou as previsões para inadimplência (PDD expandida) entre R$ 35 bilhões a R$ 39 bilhões.

… Na análise de casas como o Citi e o Safra, o guidance do Bradesco para 2024 é quase 20% menor do que o consenso do mercado e indica que a melhoria da rentabilidade ainda tem um longo caminho a percorrer.

… Noronha foi claro que um avanço na rentabilidade só vai começar a aparecer no ano que vem e que 2024 será um ano de transição. O balanço do banco decepcionou quem esperava uma virada rápida nos resultados fracos.

… Como tempo é dinheiro no mercado, a repercussão foi pesada e as ações deram um mergulho feio (abaixo).

O PERSE DA DISCÓRDIA – As denúncias da Fazenda de irregularidades no programa de benefícios fiscais para o setor de evento são mais um movimento na queda de braço que vem sendo travada entre a Câmara e o governo federal.

… Na noite de ontem, o ministro Fernando Haddad disse a repórteres que a apuração pela Receita de eventuais fraudes no Perse não se trata de “caça às bruxas, mas de que quem errou será punido na forma da lei”.

… “O que nós queremos, ao fim e ao cabo, é dar transparência para que o Congresso tome uma decisão bem informada sobre o que está acontecendo. O País não tem R$ 17 bi/ano para investir num programa dessa natureza”.

… O autor do Perse, deputado Felipe Carreras, afirmou que alguns parlamentares vão apresentar requerimentos pedindo a presença de Haddad em comissões do Congresso para esclarecer as suspeitas de irregularidades.

… Irritado, Carreras reclamou que o ministro da Fazenda cancelou duas agendas esta semana (3ªF e ontem) com parlamentares e representantes do setor de eventos para discutir o teor da MP que extingue o programa.

… O parlamentar também discordou da sugestão dada pela equipe econômica de que a proposta sobre o Perse continue tramitando no Congresso via MP, enquanto a reoneração da folha seria debatida por projeto de lei.

… Em recado ao governo, parlamentares ligados ao setor de eventos lançaram manifesto nesta 5ªF em defesa do Perse, com 305 assinaturas, em uma demonstração de que o Congresso tem força para derrubar a MP encaminhada.

EMENDAS – No Valor, o governo prometeu a aliados realizar o pagamento de R$ 2 bi em emendas parlamentares até o Carnaval para aplacar a crise com o Congresso. O montante se refere a verbas do extinto “orçamento secreto”.

… A ideia é efetuar os pagamentos para esvaziar a pressão pública de Lira, que na abertura do ano legislativo, na última 2ªF, cobrou o Executivo, que não teria honrado os pagamentos combinados e acordos firmados.

… O gesto também busca dar mais força a Padilha, alvo de fritura de Lira e do Centrão por causa das emendas.

… O governo mostra boa vontade para recompor parte do veto de Lula a R$ 5,6 bilhões das emendas de comissão. Só não se sabe se a iniciativa será suficiente para relaxar o ambiente de tensão entre a Câmara o governo.

A NOVELA DA META – As surpresas positivas na arrecadação federal neste início de ano, antecipadas esta semana por Haddad e Campos Neto, em evento em SP, podem adiar a decisão do governo de revisar a meta fiscal de 2024.

… A avaliação é do economista-chefe do BTG Pactual e ex-Tesouro, Mansueto Almeida. Ele calcula que o volume das receitas em janeiro tenha sido superior a R$ 15 bilhões, o que deve levar a equipe econômica a ganhar tempo.

… Diante da força da arrecadação, Haddad poderia defender que não precisa mudar já em março, no primeiro relatório bimestral de avaliação de receitas e despesas, a meta de déficit zero, estendendo o debate até maio.

… Em nota, ontem, a Fazenda disse que a ampliação da faixa de isenção do IR (para dois salários mínimos) não exige medida compensatória para a renúncia de receita gerada, mas que, mesmo assim, o déficit zero continua garantido.

… Durante palestra nesta 4ªF, RCN reiterou a importância para a taxa de juro de o governo perseguir a meta de resultado primário, ainda que seja uma tarefa difícil. “A gente vê que o governo está fazendo uma força.”

… Sobre a inflação, o presidente do BC disse que a leitura dos preços no setor de serviços piorou nas últimas leituras, mas está dentro do esperado para o processo de convergência para a meta.

MAIS AGENDA – Antes do IPCA, que não muda em nada a percepção de novos cortes de 0,5pp na Selic, saem as primeiras prévias de fevereiro do IGP-M e IPC-S (8h). Saem ainda dados da Anfavea (10h) e fluxo cambial (14h30).

… Após o fechamento, além do BB, também CCR, Raízen e São Martinho divulgam os seus balanços trimestrais.

LÁ FORA – Nos EUA, os estoques no atacado (12h) têm previsão de alta de 0,4% em dezembro. Às 11h, a secretária do Tesouro, Janet Yellen, participa de sessão no Senado. Os BCs do México (16h) e do Peru (20h) decidem juro.

… Os papéis da Disney dispararam quase 7% no after hours, após o lucro de US$ 1,91 bilhão superar as expectativas.

CHINA HOJE – A deflação do CPI em janeiro (-0,8%) veio maior do que a esperada pelos analistas de mercado financeiro (-0,5%). O índice de preços ao produtor (PPI) cedeu 2,5%, próximo da estimativa de -2,6%.

… Em uma decisão-surpresa, o governo de Pequim decidiu substituir o presidente da CVM chinesa, em uma nova manobra para tentar recuperar o mercado de ação. Na primeira reação, a bolsa do país subia 0,7% na madrugada.

SOCO NO ESTÔMAGO –A espiral de queda das ações do Bradesco, diante da reação frustrada dos investidores ao balanço do 4Tri e ao guidance, levou o Ibovespa a devolver os 130 mil pontos recém-reconquistados.

… Mas o índice à vista caiu pouco (-0,36%, aos 129.949,90 pontos), blindado pelos papéis das blue chips das commodities. O volume financeiro tem estado melhor nestes últimos pregões e ontem totalizou R$ 27,9 bilhões.

… No topo do ranking negativo do Ibovespa, Bradesco PN despencou 15,90%, a R$ 13,96, e ON afundou 13,02% (R$ 12,63), impondo alguma dose de cautela ao restante dos papéis do setor financeiro.

… Mas a queda dos demais bancos foi bem menos intensa. Itaú cedeu 0,72% (R$ 34,54), devolvendo parte do rali de mais de 4% do dia anterior com o balanço que animou. Na véspera de seu resultado, BB caiu 0,27% (R$ 59,44).

… Só Santander unit caiu com maior força (-2,35%, a R$ 29,06), mas nada comparado ao tombo do Bradesco, que foi um dos maiores da história do banco, só perdendo para novembro de 2022, quando os papéis despencaram 17,38%.

… Na ocasião, o banco perdeu R$ 31 bilhões de valor de mercado, enquanto ontem essa perda foi de R$ 24 bilhões, passando para R$ 141 bilhões.

… No contraponto positivo do dia, Petrobras ajudou a amortecer as perdas do Ibovespa. Acompanhando a alta do petróleo, o papel ON subiu 0,95% (R$ 43,38) e o PN avançou 1,47%, para R$ 42,20, máxima do dia.

…O Brent/abril ganhou 0,79%, a US$ 79,21 por barril, na ICE. O WTI/março, +0,75%, a US$ 73,86, na Nymex.

… Vale subiu 0,19% (R$ 66,80), bem menos do que o minério (+1,12%). No vaivém sobre a sucessão na companhia, o conselho de administração informou que se reunirá somente após o Carnaval para discutir se Bartolomeo fica.

… Segundo o Broadcast, a novela pode ultrapassar a Páscoa, com o debate se esticando até maio, quando se encerra o atual mandato do CEO.

… Descontados, Petz (+9,49%, a R$ 3,46) e Locaweb (+4,95%, a R$ 5,51) passaram por recuperação após sucessivas quedas e foram as maiores altas do Ibovespa. Na terceira posição, Carrefour Brasil subiu 4,39%, a R$ 11,89.

… Apesar da precificação de que o juro nos EUA vai demorar mais para cair, por aqui, o dólar tem se mantido comportado e atraído vendas perto de R$ 5. Ontem, fechou em leve alta de 0,12%, a R$ 4,9684.

… No noticiário do dia, a balança comercial teve superávit de US$ 6,527 bilhões no mês passado, abaixo da previsão de US$ 7,460 bilhões. Ainda assim, o dado foi recorde para o mês desde o início da série histórica, em 1989.

… Os DIs seguiram a alta dos juros dos Treasuries. O quadro fiscal doméstico continua como ponto de atenção, com o forte déficit do setor público consolidado em 2023: R$ 249,124 bilhões em 2023 (2,29% do PIB), segundo o BC.

… O dado veio pior que os US$ 245,25 bilhões esperados. Em dezembro, o déficit atingiu R$ 129,573 bilhões, também pior que a mediana do mercado (-R$ 124,35 bilhões).

… O DI para Jan25 subiu a 9,955% (de 9,941%). O DI Jan26, a 9,675% (de 9,662%). O Jan27, a 9,840% (de 9,817%); o Jan29, a 10,265% (10,255%); Jan31, a 10,500% (10,498%) e o Jan33, a 10,610% (de 10,595%).

DON´T WORRY, BE HAPPY – Depois da recente turbulência causada pelas declarações de Powell descartando corte de juro em março, as bolsas em NY voltaram a focar na resiliência da economia e caminharam para novos recordes.

… O S&P 500 ficou a um triz da marca histórica de 5 mil pontos na máxima do dia (4.999,89) e renovou o recorde de fechamento de todos os tempos, ao subir 0,82%, aos 4.995,06 pontos.

… O Dow Jones avançou 0,40% (38.677,36). O Nasdaq teve alta de 0,95% (15.756,64).

… A indicação de que a economia dos EUA e os lucros das empresas têm conseguido prosperar, mesmo com os juros altos por tanto tempo, tem sido o principal driver das bolsas americanas.

… “Os juros mais altos não parecem sobrecarregar significativamente os consumidores ou as empresas, permitindo que o Fed espere mais para garantir o controle da inflação”, disse Stephen Innes (da SPI Asset Management).

… O leilão de US$ 42 bilhões em T-notes de 10 anos, volume recorde, teve demanda acima da média e yield abaixo (4,093%), um sinal de confiança de que o Fed vai baixar o juro em algum momento, o que ajudou na alta das ações.

… Os dirigentes do Fed têm adotado comentários cautelosos, demonstrando zero pressa em cortar os juros. Mas o mercado já se dá por satisfeito, porque mesmo que demore, o ciclo de desaperto deve começar este ano.

… Em seu primeiro discurso após se tornar diretora do Fed, Adriana Kugler se mostrou otimista com a desaceleração dos preços, mas indicou pouca urgência em cortar juros.

… De seu lado, Susan Collins (Boston) quer mais eficiências de que a inflação está em queda sustentável.

… Neel Kashkari (Minneapolis), falando pela 3ª vez na semana, disse à CNBC que as autoridades precisam de “mais alguns meses” de dados de inflação antes de flexibilizar a política monetária.

… Thomas Barkin (Richmond) vê riscos tanto de alta quanto de baixa nos preços, e argumentou que é possível esperar mais para ter certeza, antes de cortar juros.

… Nos rendimentos dos Treasuries, a reação às declarações foi de alta modesta, arrefecida depois pelo leilão jumbo das notes.

… O yield da note de 2 anos avançou a 4,428% (de 4,407%), o da note de 10 anos subiu a 4,115% (de 4,101%) e o do T-bond de 30 anos subiu a 4,317% (4,3023%).

… Atual pedra no sapato do mundo corporativo, o New York Community Bancorp (NYCB) estuda a venda de ativos e, segundo rumores, pode anunciar um novo CEO para conter a crise que envolve o banco.

… O mercado gostou. A ação subiu 6,67% em NY, depois de ter caído pela metade desde o estopim da crise.

… Com a demanda por risco, o dólar cedeu terreno ante seus pares. O euro subiu 0,18%, a US$ 1,0774, após a diretora do BCE, Isabel Schnabel, alertar para a dificuldade de percorrer a última milha do combate à inflação.

… “É preciso ter cautela e paciência”, disse. A libra (US$ 1,2625) avançou 0,20% e o iene subiu 0,17%, a 148,19/US$.

EM TEMPO… ALPARGATAS registrou lucro líquido normalizado de R$ 4,8 milhões no 4TRI, queda de 92,4% na comparação anual; Ebitda normalizado somou R$ R$ 67,3 milhões, recuo de 55,9% em relação a igual período/22.

NEOENERGIA registrou lucro líquido de R$ 973 milhões no 4Tri, alta de 4% contra igual período de 2022. Ebitda caixa cresceu 21% e alcançou o recorde de R$ 3 bilhões.

AUREN ENERGIA registrou lucro líquido de R$ 107,6 milhões no 4TRI, queda de 95,6% na comparação anual; Ebitda ajustado somou R$ 508,1 milhões, recuo de 4,8% em relação ao mesmo período de 2022…

… Empresa aprovou a distribuição de R$ 400 milhões em dividendos, o equivalente a R$ 0,40 por ação, com pagamento em 14/3; ex em 4/3.

INTER teve lucro líquido de R$ 160 milhões no 4TRI23, frente a R$ 29 milhões no 4TRI22.

BB SEGURIDADE. Citi rebaixou recomendação da ação para neutra e reduziu preço-alvo de R$ 38 para R$ 36; após fortes desempenhos dos últimos anos, banco vê pouco espaço para “surpresas positivas” em receitas e custos.

TOTVS teve lucro líquido ajustado de R$ 156,7 milhões no 4TRI23, queda de 2,3% ante 4TRI22.

BRASILAGRO registrou prejuízo líquido de R$ 5,82 milhões no 2TRI fiscal de 2024, encerrado em 31/12, 55% menor do que o registrado em igual período do ano anterior…

… Ebitda ajustado foi negativo em R$ 12,62 milhões, ante Ebitda positivo de R$ 17,13 milhões no mesmo intervalo do ano fiscal de 2023.

3R PETROLEUM. Maha Energy AB passou a deter 12.019.184 de ações emitidas pela companhia, equivalente a 5% do capital social da empresa.

BRASKEM assinou acordo para indenizar mais de mil pescadores afetados pela restrição da navegação em parte da Lagoa Mundaú, em Maceió. (Valor)

SABESP. Revisão de tarifas pode passar a ser anual após privatização, segundo modelo que governo de SP defenderá em audiências e consulta pública sobre novo contrato que empresa terá que assinar com municípios atendidos.

KLABIN projetou Ebitda incremental de R$ 3 bi até o exercício de 2027 em relação ao Ebitda realizado nos últimos 12 meses encerrados em setembro de 2023; projetos de expansão de Puma II e Figueira devem impulsionar Ebitda.

GAFISA informou que matérias propostas pela gestora Esh Capital foram rejeitadas pelos acionistas presentes na AGE, realizada no final desta 4ªF …

… Acionistas também deliberaram pela manutenção dos atuais membros do Conselho de Administração.

AOS ASSINANTES DO BDM, BOM DIA E BONS NEGÓCIOS!

*com a colaboração da equipe do BDM Online

AVISO – Bom Dia Mercado, produzido pela Mídia Briefing, não pode ser copiado e/ou redistribuído.

Veja Também