Economia

IGP-DI de junho recua 1,45% em junho, após deflação de 2,33% em maio

Atualizado 07/07/2023 às 08:58:06

A inflação medida pelo IGP-DI (Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna) caiu 1,45% em junho, bem menos que a deflação de maio (-2,33%), com influência de quedas menores nos preços do milho e da soja. Ainda assim, o indicador recuou mais que a mediana das projeções (-1,26%).

Com o resultado, o indicador da Fundação Getúlio Vargas acumula queda de 4,96% no primeiro semestre e -7,44% em 12 meses. Em junho do ano passado, o acumulado subia 0,62% no ano e 11,12% em 12 meses.

Dos três componentes do índice, o de preços na construção (IPC-DI) foi o único a subir: acelerou para 0,71%, de 0,59% em maio, puxado pelos componentes Serviços e Mão de Obra.

O IPC, de preços ao consumidor no varejo, recuou 0,10% em junho, após subir 0,08% em maio. A maior queda, de 2,13%, veio do IPA, de preços no atacado, ante -3,37% em maio. No IPA, as maiores contribuições vieram de minério de ferro (-11,89% em maio para -2,19%), soja em grão (-7,71% para -3,61%) e milho em grão (-16,85% para -11,75%).

Veja Também