Ibovespa

Ibovespa tem dia de correção generalizada e encerra semana no vermelho; BRF lidera perdas

Atualizado 14/07/2023 às 18:11:51

O Ibovespa passou por um movimento de realização nesta 6ªF, com queda generalizada dos setores, fechando com baixa de 1,30%, aos 117.710,54 pontos. Na semana, o índice recuou 1,00%. O volume financeiro do dia foi de R$ 21,4 bilhões, bem abaixo da média diário de junho, que ficou em R$ 30,509 bilhões.

Em uma sessão com apenas quatro ações do Ibovespa fechando em alta, #CASH3 liderou com folga, avançando 13,26%, a R$ 8,03. O movimento foi influenciado por relatório do BTG, que espera um preço-alvo de R$ 18 para os próximos 12 meses, o que significa potencial de valorização de 153% sobre o fechamento de ontem. Também terminaram o pregão no azul #SUZB3 (+0,41%; R$ 44,55); #CPLE6 (+0,12%; R$ 8,15) e #BRAP4 (+0,04%; R$ 22,83). Já #VALE3 ficou estável, a R$ 68,61.

Seguindo a queda do petróleo, #PETR3 recuou 2,11%, a R$ 32,55, e #PETR4 cedeu 1,96%, a R$ 29,05. Entre os grandes bancos, #BBDC4 caiu 1,27%, a R$ 16,34; #ITUB4 recuou 1,05%, a R$ 28,28; #SANB11 registrou -0,68% (R$ 29,31); #BBAS3, -0,67% (R$ 47,69) e #BBDC3, -0,41% (R$ 14,52).

A maior desvalorização do dia foi de #BRFS3 (-6,71%; R$ 8,90), que se ajustou à oferta de ações (follow-on), cujo preço ficou em R$ 9,00/ação e movimentou R$ 5,4 bilhões. Ações de companhias aéreas também se destacaram no campo negativo. #AZUL4 caiu 6,29%, a R$ 16,97, e #GOLL4 baixou 5,88%, a R$ 9,93. (Igor Giannasi)

Veja Também