Ibovespa

Ibovespa tem 7ª alta seguida; Braskem lidera altas após detalhar proposta de compra

Atualizado 22/06/2023 às 11:00:31

Ibovespa terminou no azul pela sétima sessão seguida, fechando em alta de 0,27%, aos 117.336,34 pontos, nesta 2ªF.

O movimento positivo foi apoiado pela entrada do fluxo estrangeiro e pela melhora nas expectativas de inflação, reforçando a expectativa de corte da Selic a partir de agosto.

O volume financeiro somou R$ 28,7 bilhões.

As ações da #BRKM5 lideraram entre as maiores altas do Ibovespa nesta 2ªF, avançando 6,01%, a R$ 27,15, após a petroquímica divulgar detalhes da proposta não vinculante feita pela Unipar Carbocloro (#UNIP6) para a compra da participação da Novonor na companhia.

Já rumores sobre a potencial saída do Casino do #ASAI3 fizeram o papel do atacarejo ocupar a segunda posição no ranking positivo, com +5,86%, a R$ 13,72. #CRFB3 também figurou na lista, subindo 2,93%, a R$ 11,61.

Ainda se destacou entre os maiores ganhos #LREN3, valorizando 4,54%, a R$ 22,82. Seguindo a queda do petróleo, #PRIO3 teve a maior baixo do índice, recuando 3,89%, a R$ 33,14. #RRRP3 também figurou a lista negativa (-2,30%; R$ 31,82).

Por sua vez, #PETR3 registrou +1,27% (R$ 34,18) e #PETR4, +1,75% (R$ 30,81), movimento influenciado pela elevação da recomendação do papel da estatal pelo JPMorgan de neutra para overweight (equivalente a compra).

A queda do minério de ferro afetou o desempenho da #VALE3, que cedeu 1,81%, a R$ 67,12.

Entre os principais bancos, apenas #BBAS3 terminou a sessão no azul (+3,62%; R$ 49,47), se destacando entre as maiores altas. #SANB11 figurou na lista negativa, perdendo 3,24%, a R$ 29,82. #ITUB4 teve queda de 1,08% (R$ 27,50), #BBDC3 caiu 0,96% (R$ 14,40) e #BBDC4 desvalorizou 0,83% (R$ 16,72).

#HAPV3 também se destacou entre as maiores perdas, cedendo 2,83% (R$ 4,12). (Igor Giannasi)

Veja Também