Ibovespa

Ibovespa sobe com bom desempenho de ações ligadas a commodities e após dados dos EUA

Atualizado 13/07/2023 às 10:50:44

Depois de dados fracos da balança comercial chinesa em junho, a grande expectativa do mercado era pelos dados da inflação ao produtor (PPI) dos EUA, que subiu 0,1%, abaixo das expectativas de aumento de 0,4% na base anual, indicando recuo das pressões inflacionárias e com potencial para consolidar as apostas de que o Fed fará apenas mais uma alta dos juros neste ano, agora em julho.

Também antes da abertura dos negócios, foram divulgados os pedidos de auxílio-desemprego da semana até 08/07, que somam 237 mil, abaixo da projeção de 250 mil, mostrando mercado de trabalho resiliente. Na sessão de disposição ao risco, o Ibovespa abriu em alta, com bom desempenho de papéis ligados a commodities e agora sobe 1,26% (119.146,30 pontos), assim como os principais índices de NY (Dow Jones: +0,30%; Nasdaq: +0,95% e S&P500: +0,56%).

Por aqui, investidores seguem acompanhando negociações da reforma tributária no Congresso, que está em recesso. O setor bancário, que ontem fechou no vermelho, sobe nesta manhã. Bradesco ON (#BBDC3) avança 1,54% (R$ 14,51); Bradesco PN (#BBDC4) +1,73% (R$ 16,43); Itaú (#ITUB4) tem ganho de 0,63% (R$ 25,54) e Santander (#SANB11) +1,27% (R$ 29,51).

Cyrela (#CYRE3) lidera as altas do Ibovespa, com valorização de 4,93% (R$ 21,73). Construtora registrou valor geral de vendas (VGV) de lançamentos de R$ 3,514 bilhões no 2TRI, alta anual de 51,1%, segundo prévia operacional. Na ponta oposta, Yduqs (#YDUQ3) tem o pior desempenho do índice, em baixa de 4,36% (R$ 18,87). (Priscila Arone)

Veja Também