Giro dos Mercados

Ibovespa se descola de NY e volta aos 119 mil pontos de olho na agenda do Congresso

Atualizado 05/07/2023 às 12:06:52

O Ibovespa devolveu perdas do início da sessão e voltou aos 119 mil pontos, se descolando de NY, onde prevalece a cautela pós feriado. Há pouco o índice paulista subia 0,13% (119.229,42), prevalecendo a expectativa pelo avanço da agenda econômica no Congresso, com o presidente da Câmara mostrando disposição em pautar a reforma tributária até 6ªF.

Em Wall Street, as bolsas têm pouco fôlego diante das preocupações com a saúde da economia global após dados fracos do setor de serviços da China. As techs se destacam e elevam o Nasdaq em +0,04%, enquanto o S&P cede -0,07% e Dow cai -0,26%.

O rendimento dos títulos do Tesouro de dois anos, sensíveis à política, cede a 4,91% e o do de 10 anos sobe a 3,88%, em uma curva invertida que sinaliza crise.

Além da recuperação hesitante da China, as perspectivas para o ciclo de alta de juros do Fed moderam a demanda por ações antes da ata do Fed, hoje à tarde, e do payroll, na 6ªF.

Autoridades interromperam seu ciclo de alta de juros após 10 movimentos, mas previram dois aumentos adicionais este ano, o que pode pesar no crescimento econômico e nos lucros corporativos.

No câmbio, o dólar ganhou força e o DXY sobe agora +0,23% (103,224). Aqui, a moeda avança a R$ 4,8594 (+0,39%), puxando os juros futuros. (Ana Katia)

Veja Também