Giro dos Mercados

Ibovespa se ajusta em queda com exterior mais cauteloso em meio a dados e resultados corporativos

Atualizado 01/08/2023 às 11:54:18

O Ibovespa corrige alta recente com as commodities em baixa, meio por enfraquecimento da China, meio por realização de lucro. Há pouco o índice cedia 0,86% (120,896,16), sem apoio dos mercados externos (Dow +0,05%; S&P -0,32%; Nasdaq -0,47%), cautelosos diante da bateria de balanços e dados.

O mais aguardado de hoje era o Jolts, que mostrou oferta de empregos caindo ao nível mais baixo em mais de dois anos em junho nos EUA. O grande relatório da semana é o payroll de julho, na 6ªF.

O Fed, que tem tentado guiar a economia para uma aterrissagem suave, observará os números em busca de sinais de que as condições apertadas estão diminuindo, mas sem provocar grandes perdas de empregos. A próxima decisão de juros do BC americano é em setembro, mas na conferência anual em Jackson Hole, Wyoming, no fim de agosto, os formuladores de políticas poderão dar mais detalhes sobre suas ideias para as perspectivas do segundo semestre.

A busca por proteção que sustenta alta do dólar no exterior, com o DXY em +0,41% (102,269) é seguida aqui. Ante o real, a moeda sobe a R$ 4,7724 (+0,91%), às vésperas do aguardado corte na Selic, amanhã. Os juros futuros acompanham e também sobem com os retornos dos Treasuries em alta. (Ana Katia)

Veja Também