Ibovespa

Ibovespa põe BC hawkish de lado e mostra apetite para 132 mil pontos

Atualizado 19/12/2023 às 12:19:59

[19/12/23] Da Redação do Bom Dia Mercado

Com Vale, Petrobras, Itaú e maioria de blue chips em território positivo, o Ibovespa (+0,57%, 131.777,01) ainda não fez caso da ata austera do Copom, que veio sem janela para acelerar os cortes na Selic. Entre as metálicas há alguma realização, por minério fraco e problemas no setor imobiliário chinês, mas as petroleiras driblam a tendência com o petróleo Brent zerando a sua própria queda.

No melhor momento, o Ibovespa renovou máxima histórica intradiária (131.940) à beira dos 132 mil pontos. O índice futuro, que começou perto do zero a zero, fez pico perto dos 134 mil pontos (133.970) em momento de aceleração da queda dos juros nos Treasuries, que também tirou o pré-mercado da estabilidade (Dow Jones +0,22%, S&P 500 +0,23%, Nasdaq +0,19%).

image 5
Ibovespa põe BC hawkish de lado e mostra apetite para 132 mil pontos 2

Papéis de consumo e aéreas se destacam entre os maiores ganhos da sessão. Entre as quedas, Engie e Embraer estendem perdas, enquanto Pão de Açúcar e Raízen realizam os ganhos de ontem. (BDM Online + agências)

Blue chips

▪️ Vale (VALE3) +0,57% (R$ 74,62)

▪️ Petrobras PN (PETR4) +0,61% (R$ 36,05)

▪️ Itaú (ITUB4) +0,97% (R$ 33,20)

Maiores altas

▪️ Dexco (DXCO3) +3,97% (R$ 8,38)

▪️ Azul (AZUL4) +3,52% (R$ 16,46)

▪️ GOL (GOLL4) +2,49% (R$ 9,05)

 Maiores baixas

▪️ Engie (EGIE3) -1,77% (R$ 43,33)

▪️ Embraer (EMBR3) -1,37% (R$ 23,07)

▪️ Raízen (RAIZ3) -0,78% (R$ 3,83)

Veja Também