Ibovespa

Ibovespa perde o impulso de NY, que avança com aposta no fim do aperto e início dos cortes de taxas em maio

Atualizado 29/11/2023 às 12:06:33

[29/11/23] Da Redação do Bom Dia Mercado

O Ibovespa perdeu os 127 mil pontos enquanto NY segue na aposta de que o ciclo de alta de juros terminou e que o Fed deve iniciar os cortes das taxas em maio (+50%), segundo o CME. Há pouco o índice paulista cedia aos 126.395,46 pontos (-0,11%), com Petrobras ignorando alta do petróleo pré-Opep+. Em Wall Street, Dow sobe +0,25%, o S&P +0,71% e Nasdaq +0,98%, após comentários dovish de um alto funcionário do Fed somarem-se a dados reforçando crescimento da economia a despeito da campanha de restrição do BC. O PIB dos EUA cresceu 5,2% no 3TRI, superior aos 4,9% na estimativa preliminar, o crescimento mais forte desde o 4TRI de 2021. Por outro lado, os gastos dos consumidores aumentaram 3,6%, menos que os 4% na estimativa anterior, continuando a ser o maior ganho em dois anos, com a desaceleração de gastos com serviços. O foco agora muda para o Livro Bege, logo mais. Nos Treasuries, os rendimentos caem, com o da Note de 10 anos a 4,26%, de 4,32%, após os indicadores. Aqui, os juros futuros acompanham e cedem 10 pontos a partir de Jan/27. Já o dólar passou a subir ante o real a R$ 4,8823 (+0,21%) na disputa pela Ptax. O DXY mantém-se nos 102 pontos (102,821) em +0,07%. (Ana Katia)

Veja Também