Ibovespa

Ibovespa perde fôlego, mas chega à 8ª alta em nove pregões; Petrobras se destaca entre as perdas após reduzir preço da gasolina

Atualizado 15/06/2023 às 18:00:46

O Ibovespa perdeu fôlego nesta 5ªF e chegou a ensaiar realização no meio da tarde com a pressão de Petrobras, mas fechou em leve alta de 0,13%, aos 119.221,00 pontos. Foi a oitava alta em nove pregões. O volume financeiro somou R$ 28,7 bilhões, pouco acima da média diária de maio, que foi de R$ 27,101 bilhões.

Os papéis da Petrobras se destacaram entre as maiores perdas, na contramão do petróleo, após a estatal anunciar nova redução no preço da gasolina, o que foi interpretado no mercado como interferência política na estatal. #PETR4 registrou -2,36%, a R$ 29,39, e #PETR3, -1,48%, a R$ 33,19. Varejistas também figuraram a lista negativa. #LREN3 caiu 1,95% (R$ 21,07) e #MGLU3 baixou 1,57% (R$ 3,75).

A maior desvalorização do dia foi de #B3SA3, recuando 3,35%, a R$ 14,71, em realização. #BRKM5 ficou na ponta oposta, com alta de 6,43% (R$ 29,48), em meio a mais especulações quanto à venda da petroquímica. Em seguida, #YDUQ3 teve elevação de 5,57%, a R$ 18,94. #CVCB3 ficou na terceira posição, com +3,90%, a R$ 4,26, após protocolar pedido de registro de oferta pública primária de ações.

Os principais bancos fecharam no azul: #BBAS3 (+2,05%; R$ 49,86), #SANB11 (+1,79%; R$ 30,77), #ITUB4 (+1,31%; R$ 28,56), #BBDC3 (+0,48%; R$ 14,54) e #BBDC4 (+0,30%; R$ 16,90). #VALE3 subiu 0,78%, a R$ 69,56. (Igor Giannasi)

Veja Também