Giro dos Mercados

Ibovespa oscila com NY em meio a falas hawkish dos BCs globais sobre continuidade do aperto monetário

Atualizado 28/06/2023 às 11:55:13

O Ibovespa oscilou muito pela manhã, sem apoio de ações de peso do setor de siderurgia e com NY de lado por cautela com os aumentos de juros, reforçados em falas hawkish durante painel no fórum do BCE em Portugal, que reúne os presidentes do Fed, do BoJ do BoE, além de Christine Lagarde.

Há pouco o índice caía aos 117.288,34 pontos (-0,20%), com baixa limitada por Petrobras, que aproveita por ora a subida vacilante do petróleo.

Em Sintra, Jerome Powell apontou a opção de dois aumentos consecutivos de juros, Lagarde e Bailey consideram que ainda há terreno a percorrer e Ueda, do BoJ, disse que não aumentou as taxas porque a inflação está abaixo de 2%. Segundo eles, o risco de recessão permanece, mas é improvável.

As apostas de que o Fed subirá os juros em julho em mais 25 pb ganharam força e batem os 80% no CME. As projeções de mais aperto, por sua vez, fortalecem o dólar e o DXY vai a 102,969 pontos (+0,47%), enquanto aqui a moeda avança a R$ 4,8587 (+1,25%).

Na contramão dos retornos dos Treasuries, os juros futuros avançam em toda a curva. (Ana Katia)

Veja Também