Ibovespa

Ibovespa opera no azul puxado por NY com mercado analisando balanços e indicadores

Atualizado 28/07/2023 às 10:58:43

Os negócios desta 6ªF são marcados pelas análises de balanços e de indicadores aqui e no exterior. O Ibovespa sobe 0,06% (120.064,72 pontos), acompanhando NY, onde os principais índices operam no azul (Dow Jones: +0,52%; Nasdaq: +1,52% e S&P500: +0,88%) na esperança de que o aperto mais recente do Fed seja o último movimento do atual ciclo.

O PCE, indicador de inflação favorito do BC americano, subiu 0,2%, como previsto (na base anual, alta de 3%), com alta de 0,2% do núcleo. Mais cedo, a Pnad Contínua mostrou taxa de desocupação de 8% entre abril e junho, queda de 0,8 pp ante o trimestre anterior, a menor para um trimestre móvel encerrado em junho desde 2014. O IGP-M de julho caiu 0,72%, após recuo de 1,93% no mês anterior, o que significa taxa de -5,15% no ano e -7,72% em 12 meses.

Na B3, as ações do setor bancário buscam recuperação após as quedas de ontem. Bradesco ON (#BBDC3) sobe 0,62% (R$ 14,64); Bradesco PN (#BBDC4) +0,24% (R$ 16,37); Banco do Brasil (#BBAS3) tem alta de 0,75% (R$ 47,09); Itaú (#ITUB4) avança 0,60% (R$ 29,29) e Santander (#SANB11) +1,16% (R$ 28,73). Liderando as altas, Carrefour (#CRFB3) sobe 4,63% (R$ 12,87). Já Usiminas (#USIM5) tem o pior desempenho do índice. (Priscila Arone)

Veja Também