Sem categoria

Ibovespa fecha em alta, descolado de NY; siderúrgicas e Vale se destacam entre os maiores ganhos

Atualizado 03/07/2023 às 17:50:44

O Ibovespa se descolou do pregão morno nas bolsas em NY, que teve uma sessão mais curta nesta véspera do feriado de 4 de julho, e fechou em alta de 1,34%, aos 119.672,78 pontos. O movimento foi apoiado pelos desempenhos de metálicas, Petrobras e bancos, diante da melhora das projeções para cenário econômico no boletim Focus, reforçando a expectativa de corte da Selic em agosto. As atenções do mercado também seguiram voltadas às tramitações da reforma tributária e do arcabouço fiscal em Brasília. O volume financeiro do dia somou R$ 21,3 bilhões.

Mesmo com a baixa do minério de ferro, siderúrgicas se destacaram entre as maiores altas do índice. #GOAU4 avançou 3,72% (R$ 12,26), #GGBR4 ganhou 3,72% (R$ 12,26) e #CSNA3 subiu 2,91% (R$ 18,38). #VALE3 também ficou na lista, com +3,13%, a R$ 66,23. A maior valorização do dia foi de #LWSA3, que teve elevação de 3,96%, a R$ 8,92. Numa tentativa de recuperação da forte queda da 6ªF (30), #PETR3 registrou +1,72% (R$ 33,67) e #PETR4, +1,86% (R$ 30,08), a despeito da queda do petróleo no exterior.

Os principais bancos avançaram, em especial #SANB11 (+2,55%; R$ 31,41), que figurou no ranking positivo do índice. Já #BBAS3 teve alta de 2,00%, a R$ 50,39, #ITUB4 ganhou 1,97%, a R$ 28,96, #BBDC3 teve elevação de 1,30%, a R$ 14,83, e #BBDC4 subiu 1,28%, a R$ 16,66. Na liderança do campo negativo, #MRVE3 cedeu 3,11% (R$ 11,21), com o mercado reagindo à oferta subsequente de ações (follow-on). Em seguida, #RADL3 baixou 2,80%, a R$ 28,77, e #AZUL4 perdeu 2,33%, a R$ 21,35. (Igor Giannasi)

Veja Também