Mercados

Ibovespa é puxada por commodities e NY antes do payroll

Atualizado 07/12/2023 às 12:04:57

O Ibovespa avança 0,52% (126.277,03) com apoio de ações ligadas a commodities e liderança de papeis da economia doméstica, ampliando ganhos após abertura das bolsas americanas (Dow +0,02%; S&P +0,44% e Nasdaq +0,67%).

O petróleo sobe, mas preocupações com a oferta deixam os preços perto da mínima de cinco meses, enquanto os dados comerciais da China apontam para lenta recuperação. Dólar e juros oscilaram pela manhã e há pouco a moeda subia 0,18% a R$ 4,9112, com os juros passando a ceder no miolo, em linha com a moeda e o enfraquecimento dos rendimentos do Tesouro americano.

O indicador VIX aumentou mais uma vez (+2%), refletindo a instabilidade das taxas que podem estressar as ações. Antes do payroll, os pedidos contínuos de auxílio- desemprego sugeriram algum alívio para os trabalhadores desempregados na busca por novo emprego. Ainda predominam as avaliações de que os cortes de taxas por parte dos principais BCs foram longe demais e sinais agressivos do BoJ elevaram apostas de que o Banco do Japão irá eliminar o último regime de taxas de juro negativas este mês.

A liquidação alimentada por comentários de Kazuo Ueda quebra período de relativa calma para os títulos do Japão. Assim a moeda americana recua forte ante o iene, a 144,606/US$ (-1,78%), derrubando o DXY em -0,28% (103,865). (Ana Katia)

Veja Também