Ibovespa

Ibovespa descola de NY e salta 2 mil pontos com disparada de Bradesco e olho na China

Atualizado 06/02/2024 às 11:42:14

https://www.bomdiamercado.com.br/wp-content/uploads/2023/07/ibovespab3.jpg

[06/02/24] Da Redação do Bom Dia Mercado

O Ibovespa (+1,45%, 129.447,96 pontos) ronda a máxima descolado do pré-mercado de NY (Dow Jones +0,01%, S&P 500 +0,10%, Nasdaq +0,18%), com juros e dólar em queda apoiando o otimismo dos papéis de commodities com China, Bradesco como terceira alta da sessão e apenas quatro papéis em baixa na máxima (1,46%, 129.458,73, com quase 2 mil pontos de avanço).

👉🏻 Clique aqui para seguir o Canal do BDM no WhatsApp

O índice futuro entrou em leilão por máxima três vezes (1,29%, aos 129.490 pontos). Após a ata do Copom, a queda mais forte que a projeção no IGP-DI de janeiro e a afirmação de RCN de que não há relação mecânica entre o Fed e o Copom, os investidores acompanham as falas do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, no seminário do BTG. Em Nova York, a expectativa é pelas falas de quatro dirigentes do Fed, concentradas à tarde. (BDM Online + agências)    

Blue chips

▪️ Vale (VALE3) -0,70% (R$ 65,97)

▪️ Petrobras PN (PETR4) +1,09% (R$ 41,66)

▪️ Itaú (ITUB4) +0,54% (R$ 33,54)

Maiores altas

▪️ Natura (NTCO3) +5,42% (R$ 16,97)

▪️ Vamos (VAMO3) +4,51% (R$ 8,11)

▪️ Bradesco (BBDC4) +4,03% (R$ 16,26)

Maiores baixas

▪️ Ultrapar (UGPA3) -0,89% (R$ 27,93)

▪️ Vibra (VBBR3) -0,68% (R$ 23,50)

▪️ Embraer (EMBR3) -0,31% (R$ 22,63)

Veja Também