Mercados

Ibovespa cai sob o peso de Bradesco, mas queda é limitada por Petrobras e NY

Atualizado 07/02/2024 às 12:18:13

https://www.bomdiamercado.com.br/wp-content/uploads/2023/11/mercado-bolsas-ibovespa-wall-street.jpg

[07/02/24] Da Redação do Bom Dia Mercado

Bradesco tomba forte (-14%) após balanço, derrubando o Ibovespa aos 129.824,75 pontos (-0,45%). A queda poderia ser ainda maior, mas Petrobras acompanha petróleo em alta, por sua vez ajudado por dólar mais fraco (DXY cai 0,20%, aos 104,009). NY também contribui com bolsas subindo (Dow +0,24%; S&P +0,44% e Nasdaq +0,42%) e títulos perto da estabilidade antes de uma venda recorde de títulos do Tesouro de 10 anos no valor de US$ 42 bilhões, superando o limite máximo de US$ 41 bilhões de novembro de 2020.

Aqui, a moeda americana é estável ante o real a R$ 4,9629 (+0,01%) e os juros futuros oscilam perto do ajuste. Outro leilão governamental sólido nos EUA poderá ser um catalisador de alta para os mercados de ações e de títulos devido às recentes preocupações com a oferta. Os investidores também aguardam falas de membros do Fed (Adriana Kugler, Susan Collins, Thomas Barkin e Michelle Bowman) em busca de pistas sobre a trajetória das taxas de juros. Neel Kashkari (Minneapolis) disse hoje à CNBC que as autoridades precisam de “mais alguns meses” de dados de inflação antes de cortar as taxas e que ele vê dois ou três cortes no ano.  (Ana Katia)

Veja Também