Mercados

Ibovespa cai com Petrobras reagindo ao petróleo e NY desanimada pós inflação

Atualizado 12/12/2023 às 12:04:28

O Ibovespa é arrastado por petroleiras e seus pares, com petróleo reagindo ao excesso de oferta e demanda fraca que prevalecem sobre os riscos no Oriente Médio. NY também não ajuda, após dados de inflação americana em linha, mas com a leitura mensal, apenas um pouco mais quente que o previsto, azedando os mercados.

Há pouco o índice paulista cedia 0,50% (126.282,03), enquanto em NY Dow cai -0,07%; o S&P -0,13% e Nasdaq é estável (+0,00%), com a expectativa se transferindo para amanhã, quando o Fed deve publicar revisões para inflação e crescimento. Há uma melhora da inflação, mas a luta continua. Dentro do previsto, o núcleo (4%) segue o dobro da meta (2%), reforçando taxas elevadas no curto prazo e frágil recuperação da inflação, com o mercado de trabalho impulsionando consumo e a economia em geral.

image 5
Ibovespa cai com Petrobras reagindo ao petróleo e NY desanimada pós inflação 2

A reunião do Fed deve terminar com taxas onde estão (5,25%-5,50%) e o presidente do BC Jerome Powell provavelmente vai dizer que para flexibilizar a política é preciso mais. Depois de uma oscilação inicial, os rendimentos do Tesouro engataram alta e o DXY devolve perdas, a 104,013 pontos (-0,08%). O investidor volta a mirar o início dos cortes de juros para maio. Aqui, O IPCA abaixo do consenso segura os juros futuros em queda a despeito da virada do dólar a R$ 4,9566 (+0,40%) e dos Treasuries. (Ana Katia)

Veja Também