Nova York

Futuros de NY estão mistos, com queda acentuada de Nasdaq puxado por Netflix e Tesla

Atualizado 20/07/2023 às 08:37:52

Uma queda nos gigantes da tecnologia azeda o clima hoje, após balanços lançarem dúvidas sobre os pilares de um primeiro semestre recorde para o Nasdaq. Netflix tem seu maior declínio intradiário desde dezembro, -6,70% no pré-mercado, depois de não estimar as vendas e projetar uma receita do 3TRI aquém das estimativas de Wall Street.

Para a Tesla (-4,10%), a atenção se concentrou nos cortes de preços para aumentar os volumes e combater a intensificação da concorrência no mercado de veículos elétricos, decisão que elevou as receitas ao recorde de US$ 24,93 bilhões, mas também pesou na margem de lucro. O presidente-executivo Elon Musk sugeriu mais tarde que mais reduções de preços poderiam ocorrer este ano.

Há pouco, os futuros de Dow Jones subiam +0,14%; os do S&P500 caíam -0,13% e os de Nasdaq -0,60%. Os investidores apertam o botão de pausa no rali que elevou o índice das techs em 45% este ano, superando o aumento de 19% do S&P 500, devido ao entusiasmo com o potencial da inteligência artificial. (Ana Katia + agências)

Veja Também