Nova York

Futuros de NY cedem com aperto e guerra de chips

Atualizado 28/06/2023 às 08:55:47

Os futuros dos EUA operam sem direção única (Dow +0,06%; S&P -0,12%; Nasdaq -0,29%), no aguardo de comentários do presidente do Fed, Jerome Powell, enquanto techs são pressionadas por relatos de que Washington está considerando novas restrições nas exportações de chips para a China.

Painel no fórum anual do BCE em Sintra, Portugal. inclui Powell, a presidente do BCE, Christine Lagarde, o chefe do BoE, Andrew Bailey, e o governador do BoJ, Kazuo Ueda. Discurso de Powell deve enfatizar as expectativas de aumentos adicionais de juros este ano, após dados de ontem indicarem que a economia dos EUA permanece em bases sólidas e que o Fed provavelmente terá que continuar apertando para que a inflação volte à meta.

Tensões comerciais sino-americanas também pesam depois que o WSJ informou que Washington está avaliando novas restrições às exportações de chips de inteligência artificial para a China.

As ações da Nvidia, que obtém cerca de um quinto de sua receita da China, caem 3,26% antes da abertura, enquanto Advanced Micro Devices cede 2,94% e Micron, -0,99%.

A interrupção de remessas de chips da Nvidia já começaria em julho. Testes sobre a saúde bancária saem após o fechamento e os maiores credores do país estarão no foco na sessão. (Ana Katia + agências)

Veja Também