Europa

Europa tem viés de baixa, como NY, antes da inflação alemã e com foco na decisão do Fed

Atualizado 31/01/2024 às 08:12:23

https://www.bomdiamercado.com.br/wp-content/uploads/2024/01/uniao-europeia-4.jpg

Os principais mercados europeus operam com viés de baixa antes da inflação alemã em janeiro (10h), com foco na decisão do Fed à tarde. Os balanços fracos de Microsoft, Alphabet e da fabricante de chips AMD (-3,24%) afetam o pré de Nova York, onde o Nasdaq e o S&P 500 têm quedas expressivas; os rendimentos dos Treasuries caem e o índice dólar DXY sobe à espera da mensagem de Jerome Powell sobre os juros nos EUA.

👉🏻 Clique aqui para seguir o Canal do BDM no WhatsApp

As petroleiras e as mineradoras estão mistas. As vendas do varejo alemão caíram inesperadamente em dezembro, e o setor em geral é afetado pelo tombo de quase 9% da maior varejista de moda da Europa, a H&M, após balanço de 4TRI. A farmacêutica dinamarquesa Novo Nordisk (+1,59%) tornou-se a segunda empresa europeia a atingir US$ 500 bilhões em valor de mercado, com o sucesso da injeção antiobesidade Wegovy, e o avanço do Santander após balanço (+1,94%) faz da bolsa de Madri a exceção de alta entre as grandes da Europa. (Lucia Boldrini + agências)

Confira os índices às 7h04 👇

▪️Londres — FTSE100: -0,13%
▪️Frankfurt — DAX: -0,15%
▪️Paris — CAC 40: -0,01%
▪️Madrid — Ibex 35: +0,37%
▪️Europa — Stoxx 600: -0,01%

Veja Também